Anemias

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1652 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ANEMIAS CARENCIAIS NO BRASIL:
ABORDAGEM MULTIPROFISSIONAL
Dra. Karlla Greick Batista Dias Penna
PUC-Goiás – Departamento de Biomedicina
karllagreick@gmail.com

Etimologia


Anemia: an = prefixo de negação
haima = do grego, sangue
ia = sufixo que significa processo

Etimologicamente: anemia = ausência de produção de
sangue.

Definição
 Anemia:

segundo a Organização Mundialda Saúde,
a anemia é definida segundo a concentração
sanguínea de hemoglobina:

a)

b)

c)

d)

Do nascimento aos 6 meses de vida: valores
inferiores a 9 g/dL
Dos 6 meses aos 6 anos e também gestantes:
valores inferiores a 11 g/dL
Dos 6 aos 14 anos e mulheres adultas: valores
inferiores a 12 g/dL
Homens adultos: valores inferiores a 13 g/dL

Tipos de Anemia

FERROPRIVAMEGALOBLÁSTICA

- eritrócitos
hipocrômicos

OUTROS

- produção
deficiente de
eritropoetina

- Fe insuficiente
- produção de
Hb

IRC

-deficiência de Vit. B12
e/ou ác. fólico
-MO produz eritrócitos
imaturos

-Talassemia
-A.falciforme

-A.sideroblastica

Anemia carencial


Anemia decorrente de insuficiência no aporte de
nutrientes à medula óssea.

Eritropoiese1)

2)
3)
4)

5)
6)
7)

Pronormoblasto
Macroblasto
Eritroblasto basófilo
Eritroblasto acidófilo
Normoblasto picnótico
Reticulócito
Eritrócito

Eritropoiese







Dura em média 7 dias, e a taxa de produção pode
ser aumentada em até 8 vezes.
Regulação: eritropoietina
Secretada pelos rins (90 a 95%) e pelo fígado
Age diretamente nas linhagens precursoras
Produçãorelacionada ao nível de oxigenação nos
tecidos.

Necessidades nutricionais
A formação das hemácias exige:
-> aminoácidos
-> ferro (componente heme)
-> ácido fólico (essencial para formação de ácidos
nucleicos)
-> cianocobalamina VIT.B12


-> vitaminas A, B2 (riboflavina), C

Cinética da cianocobalamina (vit.B12)




Uma vez ingerida, forma complexo com
glicoproteínagástrica
Absorvida na região ileal
Armazenada no fígado

Causas de deficiência:
-> dieta veganista
-> erro genético: não-produção da proteína gástrica
(anemia perniciosa)
-> ressecção, lesão do íleo.


Cinética do ácido fólico
 Encontrado

naturalmente em alimentos crus,
principalmente folhas
 Absorvido no íleo
 Armazenado nos tecidos
 Degradado e excretado: necessidade deingestão
diária
 Causas de deficiência:
-> alimentação desbalanceada
-> situações de hipercatabolismo (hemoglobinopatia,
infecções, neoplasias, etc.)

Cinética do ferro





Absorção de ferro: ou pela forma iônica (menos
eficiente) ou por formas orgânicas
Formas orgânicas: ferro ligado ao grupo heme ou
formando quelatos com aminoácidos
Formas inorgânicas: íon Fe 3+ não é absorvível,há
necessidade de redução ao íon Fe 2+

Cinética do ferro


Fatores que aumentam a disponibilidade do íon
ferroso: ácidos, vitamina C



Fatores que diminuem a disponibilidade do íon
ferroso: folatos e oxalatos (presentes em certos
vegetais crus).

Cinética do ferro


Absorvido principalmente no duodeno



Deficiências nutricionais de cobre e zinco podem
reduzir aabsorção do ferro.



No sangue: liga-se à transferrina, proteína
carreadora de ferro e produzida pelo fígado.

Cinética do ferro





Na medula óssea, e nos tecidos, o ferro é
ativamente absorvido
O excedente de ferro é armazenado na ferritina,
proteína do sistema reticuloendotelial.
A ferritina: duas formas: uma tissular e outra sérica
(em equilíbrio constante)

Quadroclínico de anemias
 Formas

graves: insuficiência cardíaca (dispneia
progressiva, astenia).
 O sinal semiológico de palidez cutâneo -mucosa tem
baixa sensibilidade e reprodutibilidade, mas é útil para
casos extremos.
 Formas

moderadas: possibilidades de expressão:
-> baixo rendimento intelectual
-> redução na velocidade de crescimento
-> maior suscetibilidade a infecções...
tracking img