Andrade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2204 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS – UFAM
INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS – ICE
DEPARTAMENTO DE QUÍMICA

ÁCIDOS E BASES.

MANAUS, 26 DE JUNHO DE 2010.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS – UFAM
INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS – ICE
DEPARTAMENTO DE QUÍMICA

ÁCIDOS E BASES.

Profa.: Ivoneide Barros.
Disciplina: Química geral experimental
Aluna: Thaís de Andrade Nobre.
N° de matrícula:21000287.

MANAUS, 26 DE JUNHO DE 2010.

Sumário

1. Introdução ............................................................................................. 4
2. Objetivo ................................................................................................ 6
3. Materiais e reagentes ........................................................................... 7
4. Procedimentoexperimental .................................................................. 8
5. Resultados e discussões ...................................................................... 10
7. Conclusão ............................................................................................. 12
8. Referências bibliográficas ..................................................................... 131. INTRODUÇÃO
1.1 Ácidos e bases
Ácidos e bases (também chamadas de álcalis) são costumeiramente lembrados como substâncias químicas perigosas e corrosivas.Mas a presença dos ácidos e base na nossa vida cotidiana é bem mais ampla e menos agressiva do que se imagina.
"Ácido" vem da palavra latina "acidus", que significa azedo. Inicialmente, o termo era aplicado ao vinagre, mas outrassubstâncias com propriedades semelhantes passaram a ter esta denominação. "Álcali", outro termo para bases, vem da palavra arábica "alkali", que significa cinzas. Quando cinzas são dissolvidas em água, esta se torna básica, devido a presença de carbonato de potássio.
Substâncias ácidas são consideradas perigosas pelo fato de terem a propriedade de destruir estruturas moleculares assim como dissolver matériaorgânica com muita facilidade dependendo da força e da concentração do ácido. Existem ácidos fortes que em alta concentração conseguem diluir metais bastantes resistentes como o Magnésio por exemplo. Isto ocorre devido à oxidação promovida pelos hidrônios .
Substâncias básicas também são consideradas perigosas assim como os ácidos e requerem cuidados tais como o uso dos mesmos equipamentos deproteção e evitar contato com partes do corpo. Estas precauções são necessárias porque substâncias básicas também causam queimaduras graves . Ao contrário dos ácidos , as bases liberam hidroxilas OH- que são responsáveis pela redução das outras espécies químicas que estão em contato. [5]
1.2 Teoria de Arrhenius:
A definição mais tradicional dos ácidos e bases foi dada pelo cientista sueco SvanteArrhenius, que estabeleceu os ácidos como substâncias que - em solução aquosa - liberam íons positivos de hidrogênio (H+), enquanto as bases, também em solução aquosa, liberam hidroxilas, íons negativos OH-.
Um desdobramento da definição de Arrhenius é a regra de reação para ácidos e bases entre si, segundo a qual:

| |
|Ácido + base----------- Sal+ água |

Se reagirmos, por exemplo, ácido clorídrico e soda cáustica, teremos:

|HCl + NaOH ---------- NaCl + H2O |

Sendo o NaCl, o cloreto de sódio.

1.3 Teoria de Bronsted-Lowry: Uma outra definição paraácidos e bases foi dada pelo dinamarquês Johannes N. Bronsted e pelo inglês Thomas Lowry, independentemente, ficando conhecida como definição protônica. Segundo os dois, ácido é uma substância capaz de ceder um próton a uma reação, enquanto base é uma substância capaz de receber um próton.
A definição de Bronsted-Lowry é mais abrangente que a de Arrhenius, principalmente pelo fato de...
tracking img