Anatomia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1743 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
CENTRO UNIVERSITÁRIO DE JOÃO PESSOA – UNIPÊ
CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE
CURSO: ODONTOLOGIA
DISCIPLINA: ANATOMIA HUMANA
PROFESSOR: HAROLDO FIGUEIREDO DINIZ
TURMA: P1 B



ANATOMIA DA BELEZA










JOAO PESSOA
2013
AKIZA LORENA MOREIRA BASTOSANA CAROLINA FIALHO DE SOUSA ANDRADE
BRUNA CORREIA DA SILVEIRA
CECÍLIA PORPINO GUILHERME DA SILVA
JHULY GONÇALVES DE LIMA
LETÍCIA ATAÍDE TAVARES
LUANA DE SÁ FARIAS
MARIANA CEALYS






ANATOMIA DA BELEZA


Trabalhoapresentado à disciplina Anatomia Humana, ministrada pelo professor Haroldo Figueiredo Diniz, do Curso de Odontologia do Centro Universitário de João Pessoa – UNIPE, como requisito parcial para obtenção de nota referente à primeira verificação de aprendizagem

JOÃO PESSOA
2013
1 INTRODUÇÃO

Anatomia é a palavra grega que significa cortar em partes, cortar de permeio, isto é: cortarseparando, sem destruir os elementos componentes, Ciência que estuda, macro e microscopicamente, a constituição e o desenvolvimento dos seres organizados.
O belo é um conceito relacionado à determinadas características visíveis nos objetos (ou seres). Historicamente, é o fruto maior da estética clássica, grega e romana. Foi desenvolvido pelos filósofos gregos e exemplarmente demonstradoem suas escultura, arquitetura e pintura. Estas obras seguem sendo, passados mais de dois mil anos, os paradigmas dos objetos belos.
Através de pesquisas realizadas sobre o tema Anatomia da beleza, este trabalho procura avaliar, de forma artística, cultural e social, os conceitos do belo. Dessa forma, foi elaborado um conjunto de elementos com o intuito de fundamentar o real significado doestudo.

2 OBJETIVO

Este trabalho tem como objetivo analisar através da literatura o tema anatomia da beleza, buscando identificar os conceitos pertinentes à arte, cultura e na sociedade.

3 REFERENCIAL TEÓRICO

3.1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS

A anatomia humana foi um objeto de estudo de artistas no decorrer dos tempos. O que unia a arte à anatomia era um certo ideal artístico, o corpohumano. Na cultura ocidental o padrão de beleza feminino são mulheres magras, seios fartos, rosto afilado e anguloso, nariz pequeno, lábios carnudos e maçãs do rosto salientes. Já o padrão de beleza masculino são homens com ombros largos, físico e linhas bem definidas e queixo proeminentes. Como representante da beleza, temos os deuses gregos: Vênus (representante feminina) e Apólo (representantemasculino).
As pessoas a cada dia vem almejando a beleza perfeita, passando a submeter-se a cirurgias plásticas alterando a anatomia do corpo, onde muitas das vezes trazem malefícios e levam até a morte. Há casos precipitados, onde mulheres chegam a retirar a costela para diminuir a cintura, mas especialistas condenam fortemente a técnica considerada perigosa para a saúde. (Veja na FIGURA 1)FIGURA 1: Especialistas alertam para o perigo das cirurgias de retirada de costelas para afinar a cintura.

Se, no ocidente, estamos acostumados a ver pessoas loiras e magras nas revistas, em outras partes do mundo a beleza pode ter a ver com o peso, tatuagens e exceções. ‘‘os referenciais de beleza estão ligados a visão no mundo de cada cultura. Como as sociedades são diferentes uma dasoutras, eles também são’’ Mas vale lembrar que como a cultura é dinâmica nada é para sempre. Gostos e hábitos mudam.

A Mauritânia é um país situado no noroeste da África Ocidental, na região do deserto do Sahara e lá o padrão de beleza é a obesidade. Uma mulher ser obesa é sinal de status, ou seja, mostra que é uma mulher que não precisa de trabalhar porque o marido é rico. Para se adequar,...
tracking img