Anatomia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1047 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
MATÉRIA DA PROVA: Sistema Nervoso, medula espinhal, traumas na coluna vertebral
A coluna vertebral é composta por 33 vértebras: sete cervicais (C1, C2, C3, C4, C5, C6, C7), doze torácicas que vão de T1 até T12, cinco lombares (L1, L2, L3, L4, L5), cinco sacrais soldadas formando o osso sacro e quatro coccígeas, que se fundem formando o cóccix. As vértebras são unidas por vários ligamentos eentre uma e outra existe um disco cartilaginoso semelhante a um anel cuja função é reduzir o impacto.
Pelo canal existente no interior das vértebras, passa a medula nervosa ou medula espinhal que transporta os comandos emitidos pelo cérebro para todos os órgãos e músculos do corpo.
Um trauma na coluna pode provocar a fratura de uma vértebra e, consequentemente, lesões na medula espinhal. Quanto maisalta for a lesão, danos mais graves trará para o indivíduo.
Infelizmente, traumas de coluna vertebral ocorrem com muita frequência. Na maior parte das vezes, causados por acidentes de trânsito, quedas de lajes, mergulhos em águas rasas e ferimentos com arma de fogo, são responsáveis por grande sofrimento pessoal e dramas familiares muito graves. Em geral, as vítimas são jovens, em plena faseprodutiva, dependem de tratamentos intensivos nem sempre disponíveis e que representam custo alto para o País.

CONSEQUÊNCIAS DO TRAUMA
Drauzio – Você poderia explicar como os traumatismos de coluna provocam lesões na medula espinhal?
Osmar José S. de Moraes – O interior das vértebras é constituído por um estojo ósseo por onde passa o cordão medular . Os nervos que saem do cérebro e controlamnossas pernas e braços, o movimento do abdômen e o funcionamento dos demais órgãos do corpo humano, fazem parte desse feixe nervoso que pode sofrer lesões provocadas por traumatismos. Por exemplo, quando cai sentada, a pessoa pode pressionar a coluna para cima, achatar uma vértebra e empurrar um fragmento de osso contra a medula. Ou então, se fizer um movimento brusco demais com a cabeça, o cordãomedular se rompe e a comunicação do cérebro com os braços e as pernas fica interrompida ou danificada.
Drauzio – A gravidade do quadro que se instala, nesses casos, depende da região da coluna em que ocorreu o trauma.
Osmar José S. de Moraes – Como ao longo de toda a coluna saem raízes nervosas que se dirigem para cada parte do corpo, as consequências do trauma estão relacionadas com a altura emque ocorreu a lesão. Se, por exemplo, ela estiver situada abaixo da sexta vértebra cervical, o paciente preserva algum movimento nos braços, porque os nervos responsáveis por esse tipo de mobilidade já saíram do canal e não foram afetados, mas perde o movimento das pernas, fica paraplégico, o que também acontece se o trauma afetar a coluna torácica e o começo da coluna lombar.
Lesões na colunacervical um pouco acima da sexta vértebra deixam o indivíduo tetraplégico e acima de C4 interrompem o controle da respiração e ele para de respirar instantaneamente.
Esses quadros graves são comuns nos acidentes automobilísticos por causa do uso incorreto do cinto de segurança ou porque o banco do carro não possui o equipamento ideal para apoiar a cabeça e minimizar o movimento de chicote (movimentopara frente e para trás da cabeça provocado pela freada brusca de um veículo em velocidade), que pode ser forte a ponto de tracionar a medula. Lesão acima da vértebra C4 provoca morte instantânea, embora não exista nenhum ferimento aparente.
PARAPLEGIA E TETRAPLEGIA
Drauzio – Qual é a diferença entre paraplegia e tetraplegia?
Osmar José S. de Moraes – Quando a lesão ocorre abaixo da sextavértebra cervical, a pessoa para de mexer as pernas. Isso se chama paraplegia. Quando a lesão se instala acima de C6 provoca tetraplegia, que pode ser completa ou incompleta. Na tetraplegia completa, há perda total do movimento das pernas e dos braços; na incompleta, se o trauma tiver comprometido C5 ou C6, sobrou ainda uma parte intacta da enervação que possibilita mexer um pouco os braços....
tracking img