Anatomia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1168 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A verdade não está na árvore do conhecimento e sim nos seus frutos.

GENERALIDADES SOBRE ANATOMIA HUMANA

SUMÁRIO:

1. Variações anatômicas
2. Termos anatômicos
3. Cavidades do corpo humano
4. Regiões e quadrantes abdominopélvica

ANATOME derivado do grego
ANA – em partes
TOME - cortes

Anatomia
Ciência que estuda a estrutura macroscópica e microscópica do corpo dosseres vivos.

ANATOMIA SISTÊMICA

Sistema esquelético (Osteologia)
Sistema Articular (Artrologia)
Sistema Muscular (Miologia)
Sistema Nervoso ( Neurologia)
Sistema Tegumentar (Dermatologia)
Sistema Circulatório (Angiologia)
Sistema Disgestório ou Digestivo (Gastroenterologia)
Sistema Respiratório (Pneumologia)
Sistema Urinário (Urologia)
Sistema Endócrino (Endocrinologia)
SistemaReprodutor (Embriologia)

OBJETIVO DA DISCIPLINA

Estudar a estrutura do corpo humano nos diferentes sistemas

VARIAÇÕES ANATÔMICAS

Conceito:

A simples observação de um grupamento humano evidencia de imediato diferenças morfológicas entre os elementos que compõem o grupo.

Estas diferenças morfológicas são denominadas variações anatômicas e podem apresentar-se externamente ou em qualquerdos sistemas do organismo, sem que isto traga prejuízo funcional para o indivíduo.

►Variações anatômicas externas:

a) diferença de altura entre duas pessoas.
b) uma pessoa obesa diante de uma magra.

►Variações anatômicas internas:

a) forma do estômago entre dois indivíduos.
b) as veias superficiais dos braços de um
mesmo indivíduo.

Anomalia e Monstruosidade

1.Dissemos que na variação anatômica não há prejuízo da função.
2. Entretanto, podem ocorrer variações morfológicas que determinam perturbação funcional por exemplo, o indivíduo pode nascer com um dedo a menos na mão direita.
3. Quando o desvio do padrão anatômico perturba a função, diz-se que se trata de uma anomalia e não de uma variação.
4. Se a anomalia for tão acentuada de modo adeformar profundamente a construção do corpo do indivíduo, sendo, em geral, incompatível com a vida, denomina-se monstruosidade.
5. Por exemplo: a agenesia ( não formação) do encéfalo.
6. O estudo deste assunto é feito em teratologia

Fatores Gerais da Variação

1. Idade.
-é o tempo decorrido ou a duração da vida. Notáveis modificações anatômicas ocorrem as fases davida intra e extra-uterina do mamífero.
-em cada período o indivíduo recebe nome especial a saber:
a) Fase intra-uterina

1) ovo – quinze primeiros dias.
2) embrião – até o fim do 2º mês.
3) feto – até o 9º mês.

b) Fase extra-uterina

4) recém-nascido – até 1 mês após o nascimento.
5) infante – até o fim 2º ano.
6) menino – até o fim do 10º ano.
7) pré-púbere – até apuberdade.

8) púbere – dos 12 anos aos 14 anos, correspondendo à maturidade sexual que é variável nos limites da fase e nos sexos.

9) jovem – até os 21 anos no sexo feminino e 25 anos no sexo masculino.

10)adulto – até a menopausa (castração fisiológica natural) feminina (cerca de 50 anos) e ao correspondente processo no homem (cerca de 60 anos).

11)idoso – além dos 60 anos.

2.Sexo.
-é o caráter de masculinidade ou feminilidade.
-é possível reconhecer órgãos de um e de outro sexo, graças a características especiais, mesmo fora da esfera genital
3. Raça.
-é a denominação conferida a cada grupamento humano que possui caracteres físicos comuns, externa e internamente, pelos quais se distinguem dos demais.
-raças Branca, Negra e Amarela e seus mestíços, ou seja, “oproduto do seu entrecruzamento”.
4. Biotipo.
-é a resultante da soma dos caracteres herdados e dos caracteres adquiridos por influência do meio e da sua interrelação.
-os biótipos constitucionais existem em cada grupo racial.
-na grande variabilidade morfológica humana há possibilidade de reconhecer o tipo médio e os tipos extremos.
-os dois tipos extremos são chamados longilíneo e...
tracking img