Anatomia tegumentar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2539 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE DE IMPERATRIZ – FACIMP

ENFERMAGEM







ANDRIELLE MELO BONATTO
GABRIEL MOTA PAIVA
LUANY CARLA MOREIRA MARTINS
RHAVENNA THAIS SILVA OLIVEIRA
SERGIO PAZ DA PAIXÃO JUNIOR
VIVIANE TONTINI







SISTEMA TEGUMENTAR
















IMPERATRIZ
2009

ANDRIELLE MELO BONATTO
GABRIEL MOTA PAIVA
LUANY CARLA MOREIRA MARTINS
RHAVENNA THAIS SILVAOLIVEIRA
SERGIO PAZ DA PAIXÃO JUNIOR
VIVIANE TONTINI
















SISTEMA TEGUMENTAR



Trabalho realizado a fim de obtenção de nota para a disciplina de Anatomia, do 2º período do Curso de Enfermagem da Faculdade de Imperatriz, com avaliação do orientador Alan Sergio Mazzari.












IMPERATRIZ
2009
SUMÁRIO

1SISTEMA TEGUMENTAR 04

2 PELE 04
2.1 Estrutura da Pele 04
2.1.1 Epiderme 04
2.1.2 Derme 05
2.2 Cor da Pele 06
2.3 Funções da Pele 06
3 ESTRUTURAS ANEXAS DA PELE 07

3.1 Pêlos 07

3.2 Glândulas da Pele 07

3.3 Unhas 09

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 10



























1 SISTEMA TEGUMENTARO sistema tegumentar (tegument = revestimento corpóreo) é composto pela pele e suas estruturas anexas. Esse sistema tem como função proteger a integridade física e bioquímica do corpo, mantém a temperatura e fornece informações sensoriais sobre o ambiente em volta. (TORTORA; GRABOWSKI, 2008, p. 126).

2 PELE

2.1 ESTRUTURA DA PELE

2.1.1 Epiderme

A epiderme é a camada maissuperficial da pele. Segundo Tortora e Grabowski (2008) “é um epitélio queratinizado, estratificado e escamoso. Ela contém quatro tipos principais de células: queratinócitos, melanócitos, células de Langerhans e células de Merkel” (grifo do autor).
De acordo com Gartner e Hiatt (2003), os queratinócitos formam a maior população de células, podendo ser identificadas cinco zonas morfologicamentedistintas:
• Estrato córneo – Camadas de células queratinizadas mortas, sem núcleo e sem organelas que serão descamadas.
• Estrato lúcido – Camada delgada corada fracamente de queratinócitos, sem núcleo e sem organelas.
• Estrato granuloso – Camada mais superficial da epiderme, na qual os queratinócitos ainda mantém seus núcleos e as células contém grandes grânulos grosseiros dequerato.
• Estrato espinhoso - Camada mais espessa da epiderme, cujos queratinócitos se entrelaçam um com os outros formando pontes intercelulares e um grande numero de desmossomos.
• Estrato basal – Camada simples de células cubóides.
Aproximadamente 8% das células epidermais são melanócitos, que produzem o pigmento melanina. Os prolongamentos longos e afilados dos melanócitos seestendem entre os queratinócitos e transferem grânulos de melanina a eles [...]. As células de Langerhans se formam a partir da medula óssea vermelha e migram para a epiderme [...], participam da resposta imune, que se firma contra agentes microbianos que invadem a pele, e são facilmente danificadas por luz ultravioleta. As células de Merkel são as menos numerosas das células epidérmicas. Elas selocalizam na camada mais profunda da epiderme [...], junto com os discos tácteis participam do sentido do tato. (TORTORA; GRABOWSKI, 2006, p. 125).


2. Derme

Segundo Dângelo (1998), a derme repousa sobre a tela subcutânea, rica em tecido adiposo. Deve-se ressaltar que a quantidade de tecido adiposo varia nas diferentes partes do corpo. "Geralmente ela é mais espessa no sexo femininodo que no masculino e sua disposição é diferente nos dois sexos”.
Dângelo e fattini (1998, p. 173) dizem que “a tela subcutânea contribui para impedir a perda de calor e constitui reserva de material nutritivo [...]. A derme é rica em fibras colágenas e elásticas que conferem à pele sua capacidade de distender-se quando trecionada, voltando ao estado original desde que cesse à tração”....
tracking img