Anatomia funcional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 41 (10124 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
CAPÍTULO 1
Anatomia funcional

Os 26 ossos do pé incluem 14 falanges, cinco metatarsais e sete tarsais. O pé pode ser dividido em três segmentos funcionais (Fig. 1.1). O segmento posterior, formado por tálus e calcâneo, é o ápice do pé e parte da articulação do tornozelo. Ele basicamente sustenta o corpo por sua articulação com a tíbia, no encaixe do tornozelo. O calcâneo é a porção posteriordo pé em contato direto com o solo. O segmento médio do pé consiste de cinco ossos tarsais: o navicular, o cubóide e os três cuneiformes. Eles formam um rombóide irregular. O segmento anterior contém cinco ossos metatarsais e 14 falanges, formando os dedos. Há duas falanges no hálux e três em cada um dos outros dedos.

ARTICULAÇÃO DO TORNOZELO
Os maléolos de tíbia e fíbula formam o encaixe.Ele se encaixa no tálus, que funciona como uma dobradiça, embora o ângulo no encaixe seja lateralmente inclinado, já que o maléolo medial está anterior ao maléolo lateral no plano transverso (Fig. 1.2). Ao caminhar, o peso do corpo é transmitido ao tálus pela tíbia. O maléolo fibular forma o aspecto lateral do encaixe do tornozelo, mas não recebe carga. O pé articula-se no encaixe em virtude dacontração do tríceps sural (as duas cabeças do músculo gastrocnêmio e o músculo sóleo), que faz a flexão plantar, e os dois músculos crurais, que promovem a dorsiflexão (Fig. 1.3). A superfície superior do tálus é convexa, enquanto a superfície inferior da tíbia é côncava, para permitir, assim, o deslizamento rotacional naquela articulação. O corpo do tálus tem a forma de cunha, com a porçãoanterior mais alargada. Com a dorsiflexão do tornozelo no encaixe, a porção mais larga fica entre os dois maléolos e se acunha entre eles. A flexão plantar faz com que a menor porção posterior do tálus fique no encaixe, permitindo algum movimento lateral. Na posição plantar, o tálus executa um movimento que deixa a articulação “instável”, colocando todo o suporte sobre os ligamentos.

20 / DOR NO PÉE NO TORNOZELO

ANTERIOR

MÉDIO

POSTERIOR

Figura 1.1 Os três segmentos funcionais do pé.

O encaixe do tornozelo é flexível, pois a tíbia e a fíbula se separam. Esta última ascende quando alargada a limites fisiológicos em virtude do ângulo oblíquo do ligamento tibiofibular (Fig. 1.3). A dorsiflexão e a flexão plantar do tornozelo ocorrem sobre o eixo do corpo do tálus (Figs. 1.4 e1.5). A linha do eixo passa a ponta da fíbula e está localizada centralmente entre as inserções dos ligamentos colaterais laterais (Fig. 1.6). A articulação do tornozelo recebe o seu suporte mais forte a partir dos ligamentos colaterais. O ligamento colateral lateral sustenta o aspecto lateral do tornozelo, minimizando a inversão. Eles são compostos de três bandas: (1) ligamento talofibularanterior, que se origina no colo do tálus e se prende na ponta da fíbula (Fig. 1.7); (2) ligamento calcaneofibular, a partir do calcâneo até a ponta da fíbula; e (3) ligamento talofibular posterior, do corpo do tálus até a ponta da fíbula. O ligamento talofibular anterior e o calcaneofibular são os mais freqüentemente lesionados nas torções em inversão do tornozelo. Isso porque, com o pé em flexãoplantar, o tálus é mais instável no encaixe do tornozelo e, portanto, mais dependente do suporte ligamentar.

RENE CAILLIET / 21
A-P

EIXO DO ENCAIXE

TÍBIA FÍBULA

Figura 1.2 Vista superior do tálus. Visto por cima, o tálus apresenta-se sob a forma de cunha, sendo mais largo anteriormente. Ele se encaixa entre os maléolos tibial e fibular, que formam o encaixe do tornozelo.

TÁLUS

Oaspecto medial da articulação do tornozelo é firmemente sustentado pelos ligamentos colaterais mediais, o ligamento deltóide. Este é composto de quatro bandas: (1) tibionavicular, (2) talotibial anterior, (3) calcaneotibial e (4) talotibial posterior. Essas bandas partem do maléolo medial até o navicular, ao sustentáculo e ao aspecto posterior do tálus. O ligamento deltóide é forte e resiste a...
tracking img