Analogia das ideias de descartes - show de trumam

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1113 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Ifba – Campus Camaçari
Data: 01/03/13 Serie: 2º ano
Curso: Eletrotécnica Disciplina: Filosofia
Professor: Liamar Francisco Sala: 88121
Aluno: Lucas Marques, Pablo Coelho e Gilmario Silva

O show de Trumam: o show da vida
Resenha:
Truman Burbank (Jim Carrey) é um vendedor de seguros que leva uma vida simples. É um homem bondoso que vive numailha metódica e pacata com sua esposa Meryl Burbank (Laura Linney). Trumam aos poucos percebe pequenas coisas que o fazem questionar a realidade harmônica e perfeita em que vive, acontece que Trumam é a primeira criança adotada legalmente por um programa de televisão e todos que convivem com ele são atores incluindo sua espoca, seus amigos e sua mãe. A própria ilha onde vive é um grande cenárioonde tudo é controlado: das pessoas ao clima.
O dono do destino de trumam não é Deus, ele tem seu próprio senhor, que atende pelo nome de Christof (Ed Harris) que é diretor geral do programa. Durante toda a vida de Trumam, Christof tratou de colocar no rapaz todo o medo que se relaciona em viver novas aventuras, para assim, conseguir a permanecia de Trumam nos estúdios.
Acontece que, mesmo comtodo controle Trumam apresenta um comportamento inesperado: ele se apaixona por uma figurante, Lauren (Natascha McElhone), Christof percebe a mudança de roteiro e trata de retirar a figurante da sua vida. Ocorre que Truman, juntando pedaços de rostos de mulheres que encontra em revistas, vai tentando montar o rosto da pessoa pela qual se apaixonou.
A sensação de não pertencimento ao local continuae, depois que fatos estranhos começam a acontecer, Truman tenta fugir, iniciando a busca pela verdade sobre sua vida, tudo isso enquanto bilhões de pessoas assistem e torcem ferozmente para que Trumam consiga encontrar a verdade sobre sua vida. As cenas finais são fantásticas mostrando uma conversa entre Christof com Trumam onde ele tira suas duvidas. O filme acaba quando Trumam saí dos estúdiosdeixando uma sensação de vazio nos telespectadores, mas, não é muito difícil imaginar seu futuro depois disso.
“A hipótese do gênio maligno de Descartes no Show de Trumam”
René Descartes Físico, matemático e filosofo Frances do seculo XVII. Também fez estudos nas áreas da Epistemologia e Metafísica. Descartes é considerado o pioneiro no pensamento filosófico moderno.
Sugeriu a união entre os estudosda Álgebra e Geometria, criando a Geometria Analítica.
Desenvolveu o Sistema de Coordenadas, também conhecido como Plano Cartesiano.
Desenvolveu o Método Cartesiano no qual defende que só se deve considerar algo como verdadeiramente existente, caso possa ser comprovada sua existência. Também conhecido como Ceticismo Metodológico, segue o princípio de que devemos duvidar de todos conhecimentos quenão possuem explicações evidentes. Este método também se baseia na realização de quatro tarefas: verificar, analisar, sintetizar e enumerar.
O Show de Trumam nos faz pensar sobre o que é real? Na primeira de suas Meditações, Descartes argumenta que o homem, estando sujeito a receber falsas opiniões e a ser enganado pelos sentidos, nunca pode estar seguro de conhecer a realidade. Essa questãosobre o que é real é feita ao produtor e diretor christof.
“Por que acha que Truman nunca chegou perto de descobrir a natureza real do seu mundo...?” A resposta: “Aceitamos a realidade do mundo no qual estamos presentes. É muito simples.”
Noutro momento o melhor amigo de Trumam, também um ator, diz numa entrevista:
“É tudo verdade. É tudo real. Nada aqui é inventado. Nada do que virem nesteprograma é falso. É apenas controlado”
Uma ilustração disso nos é dada no exemplo do sonho. Segundo o filósofo francês, na maioria das vezes que sonhamos, acreditamos estar diante de representações verdadeiras:
“[...] vejo tão manifestamente que não há quaisquer indícios concludentes, nem marcas assaz certas por onde se possa distinguir entre vigília e sono, que me sinto inteiramente pasmado: e o meu...
tracking img