Analise vertical e horizontal da brskem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4777 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMÁRIO

1. Introdução............................................................................................................02
2. Historia da BRASKEM.........................................................................................03
3. Balanço Patrimonial de Dezembro de 2010 e 2009............................................09
4. Demonstração doresultado................................................................................11
5. Análise através de Índices e Quocientes............................................................12
6. Memória de Cálculo dos Índices.........................................................................13
7. Relatório Gerencial.............................................................................................14Referência Bibliográfica........................................................................................ 17

















1. Introdução
O objetivo do trabalho e analisar padrões relativos ao estudo de caso da empresa Braskem analisando o Balanço Patrimonial e Demonstração do Resultado do Exercício, evidenciando as análises vertical e horizontal comparando com o anode 2009 e 2010 e sua devida evoluções. Também vão ser observados os índices e quocientes, como Liquidez, endividamento, eficiência, ciclo operacional e rentabilidade das operações da empresa.



































2. História da BRASKEM

1970

A Odebrecht, multinacional brasileira, nesta época focada no ramo da construção civil, decideentrar no setor petroquímico, o que ocorre em 1979, um ano depois da inauguração do Pólo Petroquímico de Camaçari (BA).
O primeiro passo para iniciar sua trajetória na petroquímica foi a compra de um terço do capital votante da Companhia Petroquímica de Camaçari (CPC), produtora de PVC.

1980
A Odebrecht adquire participação no capital da Salgema, de Alagoas, fabricante de cloro soda,e em outras empresas: Poliolefinas (produtora de polietilenos); PPH (fabricante de polipropileno) e na Unipar (holding de empresas petroquímicas).
Nasce a Odebrecht Química S.A., com a missão de administrar as participações e investimentos do grupo no setor.

1990
O governo brasileiro inicia o processo de privatização do setor petroquímico.
A Odebrecht compra parcelasignificativa da Copesul (Central de Matérias-Primas do Polo Petroquímico do Rio Grande do Sul) e passa a integrar o grupo de controle.
A partir daí, várias novas aquisições, no âmbito do Programa Nacional de Desestatização (PND) foram alargando a estatura da Odebrecht na petroquímica.
A empresa compra o controle da PPH, da Poliolefinas, da Salgema e da CPC.
A Odebrecht integra aPPH e a Poliolefinas, criando a OPP Petroquímica S.A. Integra, também, a Salgema e a CPC, criando a Trikem S.A., a primeira integração vertical do setor no país.

2001
Em parceria com o Grupo Mariani, a Odebrecht adquire o controle da Copene (Central Petroquímica de Camaçari), no estado da Bahia, e inicia um processo de integração de ativos, de primeira e de segunda gerações, inédito noBrasil.
2002
Nasce a Braskem, então petroquímica líder na América Latina, com unidades industriais e escritórios no Brasil, além de bases comerciais nos Estados Unidos e Argentina. A formação da empresa ocorreu a partir da integração de seis empresas: Copene, OPP, Trikem, Nitrocarbono, Proppet e Polialden.
A Braskem tem as suas ações listadas na Bovespa, e oferece também aosinvestidores os seus ADR's de Nível II, listados na Bolsa de Nova York (NYSE).
O Centro de Tecnologia e Inovação Braskem é o mais completo centro de pesquisa de desenvolvimento de uma empresa petroquímica no Brasil e na América do Sul.
A Braskem já se inclui entre as maiores empresas depositantes de patentes em nosso país.
A Braskem norteia sua atuação por valores e princípios...
tracking img