Analise semiotica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (551 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Preciso confessar que um dos meus maiores traumas é fazer uma análise semiótica. É algo que me sinto completamente perdida em fazer. Mas enfrentarei essa tarefa como um obstáculo a ser superado.Primeiramente falarei um pouco sobre a semiótica em si e relacioná-la com a moda. Em seguida irei expor algumas imagens da última campanha publicitária da maison Chanel e tentarei (humildemente)analisá-las semioticamente.
1.0 Semiótica
A semiótica é uma ciência que nasceu na filosofia e ganhou corpo na lógica, é uma ciência fenomenológica, que estuda todos os fenômenos, sejam eles de naturezahumana ou não. E é também considerada a ciência do signo e da linguagem.
Para melhor entender a semiótica, precisa-se da noção de linguagem. E o que é linguagem¿ Parece ser uma simples pergunta, mas amaioria das pessoas não sabe explicá-la corretamente. A linguagem é tudo o que é conjugado que entra em um processo, com a finalidade de comunicar, ou seja, é tudo que se constitui visível ou não paracriar sentido. Ela se dá no âmbito cultural e está completamente ligada a comunicação, onde esta não existe sem a linguagem.
Voltando à semiótica. São 3 as categorias da apreensão dos fenômenos(estudados através da semiótica) na consciência . Essas categorias servem para apreensão – tradução dos fenômenos. Sâo elas:
* Primeiridade: diz respeito a primeira sensação “não perceptiva” Dá àexperiência sua qualidade distintiva, sua originalidade irrepetível. Algo considerado em si mesmo. É uma qualidade de sentimento, um estado de consciência sobre o qual pouco pode ser afirmado.
*Secundidade: é algo considerado como um correlato ou como um efeito. É aquilo que é determinado, terminado, final. É a reação.
* Terceiridade: é o sentir, a convenção. É a consciência de algo, da suaforça ou capacidade sancionadora.
Para conhecer e compreender alguma coisa, a nossa consciência produz um signo. O signo nada mais é do que algo que representa um fenômeno. O signo só é signo se...
tracking img