Analise politica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (255 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Relaçoes de poder como relações hierárquicas, baseadas no predomínio e no conflito.

1) Concepçao subjetivista de poder: exerce poder quem consegue impor aooutro o curso desejado de ação ( defende seus objetivos por meio de coações ).
2) Concepçao objetivista de poder : poder como relação socialinstitucionalizada...conduz o dominado para a aceitação de sua posição.

SUBJETIVISTAS
Segundo Weber : ‘’poder significa a probabilidade de se impor a propria vontade dentrode uma relação social, mesmo contra toda resistência e qualquer que seja o fundamento dessa probabilidade ‘’
Onde fundamento seria a ‘base’do poder; é o que oviabiliza.
Os recursos, ou fundamentos, representam uma condição necessária, mas nao suficiente para o exercício do poder – por isso a relação de probabilidade.O poder nao é uma coisa que se possua, mas sim uma relação social ( poder é exercido sobre alguém),.
Poder implica, portanto, uma forma especifica de obterdo outro o comportamento desejado.

O poder nunca é unilateral, é uma decisão produzida a partir do calculo elaborado pelos dois polos da relação, que medeas vantagens dos dois lados.

OBJETIVISTAS
Um dado consenso pode ser o resultado de relações de poder, isto é, de interações que levam os dominados a desejarcoisas que de outro modo nao desejariam. Os dois passariam a ter os mesmo valores e a relação de dominação nao é percebida.
É uma forma suprema e muito maiseficaz de poder, uma vez que opera nao pelo direito, mas pela técnica, nao pela lei mas pela normalização, nao pelo castigo mas pelo controle. – poder invisível
tracking img