Analise organizacional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1072 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Análise Organizacional:
Conceito: A análise organizacional objetiva a resolução de problemas, bem como as ações de resoluções da problemática identificada. Por essa razão é uma ferramenta importante na definição dos sistemas de informações de uma organização.
Organização: São unidades sociais intencionalmente construídas e reconstruídas para atingir um objetivo comum.

Diagnóstico organizacional:O diagnóstico coincide em entender o problema e identificar suas causas e consequências.
“ Qual a real situação da empresa quanto á seus aspectos internos e externos?”.
Cultura organizacional:
A cultura organizacional é o modelo de pressupostos básicos, que determinado grupo tem inventado, descoberto ou desenvolvido no processo de aprendizagem para lidar com os problemas de adaptação interna.Uma vez que os pressupostos tenham funcionado bem o suficiente para serem considerados válidos, são ensinados aos demais membros como a maneira correta para se perceber, se pensar e sentir-se em relação à aqueles problemas.
Centralização:
É a maior centralização do poder decisório na alta administração de uma empresa, a centralização ocorre normalmente nas seguintes condições:
Para manter o nívelde integração das atividades da empresa;
Para manter uniformidade das decisões;
Aumentar o nível de controle das atividades da empresa.
Vantagem: Menor número de níveis hierárquicos, uniformidade das decisões, segurança nas informações.
Desvantagens: Dependência da hierarquia para tomar decisões, desestimulo á criatividade, a uniformidade impede a competição.
Descentralização: Á medida que aorganização cresce torna-se difícil para a alta administração manter o mesmo nível de centralização da decisão. Centralização é a menor concentração de poder na alta administração da empresa, mais distribuídos nos seus diversos níveis hierárquicos.
Devem ser analisados questões como grau de confiança dos chefes sobre os subordinados, capacidade do subordinado de lidar com as suas responsabilidades,nível de treinamento e preparo da chefia, e a forma de atuação das unidades organizacionais de assessoria.
Princípios da descentralização: a descentralização exige a confiança de que os que estão em posição descentralizada tenham a capacidade de decidir corretamente a maioria dos casos e tal confiança começa no nível executivo. Os dirigentes devem dar o exemplo na arte da delegação, por isso adescentralização só funcionará se houver a delegação real da autoridade sem a preocupação com seu relato minucioso ou, o que seria pior, com a sua verificação prévia.
Condicionantes que favorecem a descentralização:
Objetivos e estratégias: clareza e aceleração dos objetivos, facilidade de medir os resultados, facilidade de estabelecer as ações para o alcance dos resultados.
Natureza das atividades eda tecnologia: maior diversificação das atividades, menor interdependência das atividades.
Ambiente empresarial: menor flutuação da demanda, maior volume de demanda de serviços, maior turbulência, maior dispersão geográfica, maior dificuldade de comunicação.
Fator humano: maior capacidade técnica, maior capacidade de comunicação, maior grau de informalidade na estrutura, melhor climaorganizacional.
Vantagens da descentralização: especializar níveis mais baixos, maior tempo para a administração, facilidades para a definição de metas, tomada de decisão mais próxima dos fatos, diminuição dos conflitos entre os níveis hierárquicos.

Desvantagens da descentralização: decisão sem visão do conjunto, maior necessidade de controle, possibilidade de efeitos negativos na motivação, maiornecessidade de controle de coordenação, risco de duplicar esforços.
DELEGAÇÃO: delegação é a transferência de um determinado nível hierárquico de um chefe para seu subordinado, criando a crescente responsabilidade pela execução da tarefa delegada.
O processo de delegação tem três fases:
1- Distribuição de tarefas pelo dirigente aos seus subordinados.
2- Permissão para praticar os atos necessários...
tracking img