Analise institucional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2073 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ANÁLISE INSTITUCIONAL
*

ESTAGIÁRIA: SILENE LOPES DE MOURA

ÁGUAS LINDAS-GO
SETEMBRO 2012
* SUMÁRIO

*
1 – Dados de identificação 4
1.1 – Nome da Instituição 4
1.2 – Endereço 4
1.3 – Área de Atuação 4
1.4 – Áreas de abrangência 4
1.5 – Projetos envolvidos 4
1.6 – Funcionamento 5
1.7 – Vinculações administrativas 5
1.8 – Nomes dosdirigentes 5
2 – Constituição histórica 5
2.1– Como se constituiu 5
2.1.1– Grupos sociais que participaram de sua criação e Desenvolvimento 5
2.1.2– Demandas da instituição 5
2.2 – Contexto atual (Funcionamento atual da instituição) 6
3 – Objetivos 6
3.1 – Objetivos institucionais 6
3.2 – Objetivos implícitos 6
4 – Proposta de atuação ao usuário 64.1 – Rotinas 6
4.2 – Tipos de atendimento geral 7
5 – Resultados das atividades 7
5.1 – Relação usuário-intituição 7
5.2 – Relação da instituição com usuário 7
5.3 – Relação entre os atores institucionais 7
6 – Aspectos subjetivos 7
6.1 – Sintonia/contradição entre objetivos e operacionalização 7
6.2 – Participações do usuário 7
6.3 – Articulaçõesinstitucionais 8
7 – Serviço Social 8
7.1– Nome: CRESS/região 8
7.2– Número de Assistentes Sociais 8
7.3– Especialização 8
7.4– Tempo de atuação 8
7.5– Surgimento da necessidade do Assistente Social 8
7.6– Proposta (Plano de Trabalho) – atribuições 8
7.7– Descrição do processo de trabalho do Assistente Social 8
7.8 – RH, materiais disponíveis 9
7.9–Relação interdisciplinar (conflito/entendimento) 9
7.10– O Assistente Social é flexível diante das demandas institucionais 9
7.11– Quantidade de usuários que atende em média/mês 9
7.12– Capacidade máxima de atendimento/Assistente Social 9
7.13– Lugar que ocupa o Assistente Social (formal e informal) 9
7.14– Limites e possibilidades (escutar o profissional) 97.15Requisitos/critérios para ingresso na instituição (o AssistenteSocial) 9
7.16 – Carga horárias semanal/Assistente Sociais 10
7.17 – Inserção do estagiário junto ao Assistente Social 10
8 – Outros aspectos a ser considerados 10
9 – Conclusão que aponte para a elaboração do Projeto deIntervenção do estagiário. 10

ANÁLISEINSTITUCIONAL
1 – DADOS DE IDENTIFICAÇÃO
1.1 –Nome da Instituição
Centro de Referência de assistência Social - CRAS III - Águas Lindas de Goiás
1.2 – Endereço
Quadra 113 lote 10 loja 02 Jardim Pérola II
1.3 – Área de atuação
Benefício da Assistência Social ás famílias de vulnerabilidade e risco social
1.4 – Áreas de abrangência
Abrangem os setores 01;02;03;08;09;10;11;12;13;14;15;16, Setor Coimbra; Jardim Guairá,Querência,Vitória, Oliveiras, laranjeiras, Pérola I, II, Planalto, Portal da Barragem,Alterosa, Mansões Imperatriz, Ilhas Belas e Village de do Município de Águas Lindas de Goiás
1.5 – Projetos envolvidos
As Ações realizadas no CRAS partem de um referencial teórico do MDS – Ministério do Desenvolvimento Social e combate à fome. A partir destas publicações são elaborados os projetos a serem desenvolvidos noCRAS III assim segue:
* Ações do Grupo de Crianças
* Ações do Grupo de Idosos
* Ações do Grupo de Portadores de Necessidades Especiais
* Ações do Grupo de Jovens e Adolescentes
Também éelaborada a partir de leis Municipais, Estaduais e Federais, com referência a principal lei utilizada a LOAS – Lei Orgânica da Assistência Social, que dispõe sobre a organização da assistênciasocial e que como objetivo garantir o Beneficio Assistencial de Prestação Continuada – BPC e outros programas conveniados que são realizados em parceria com a Secretaria Municipal de Ação Social que se segue:
* Programa Bolsa Família (BPF)
* Cursos de geração de renda – corte e costura,cabelereiro, pintura em tecido, artesanato, manicure e pedicure.
1.6 – Funcionamento
Funciona de segunda...
tracking img