Analise experimental do comportamento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3430 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE SUDOESTE PAULISTA
Instituto Chaddad de Ensino

PSICOLOGIA NOTURNO TERMO III

CRISTIANE RIBEIRO GARCIA
FERNANDA DÂMILA DOS SANTOS
VICTOR AUGUSTO DE ALMEIDA SANTOS

SÍNTESE SOBRE A ATUAÇÃO DO PSICÓLOGO NA ÁREA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL

Orientadora: TATIANA BARBOSA

PSICOLOGIA SOCIAL II

AVARÉ – SP
2013
Nesta síntese iremos abordar assuntos relacionados à atuação dopsicólogo social em locais como CREAS, CRAS, SUAS, etc, quebrando alguns conceitos que, muitas vezes, cria certa confusão sobre a atuação do profissional nesta área, e para aumentar a profundidade da pesquisa, foi feita uma entrevista com a psicóloga social Amanda Vitoriano Gualberto Myer Pereira, que cursou psicologia na Faculdade UNIB de São Paulo e se formou em 2008, atualmente ela atua na assistênciasocial da cidade de Itaí.
Como sabemos, no princípio, a psicologia era voltada para a questão de pessoas que tinham problemas mentais, questões mais patológicas, mas com o passar dos anos, podemos ver que ela foi mudando o foco para o ser humano, independente de seu estado mental, dando mais atenção para o bem estar do indivíduo. Assim, a psicologia foi se abrangendo e atuando em vários locais,inclusive na área social, mas tendo uma forma diferente de abordar o indivíduo, “O psicólogo do SUAS vai observar o individuo como um todo, suas relações na família, suas relações com ambiente, com a sociedade e como essas relações afetam esse individuo, as dificuldades dentro do ambiente em que ele vive, da família e como isso o afeta diretamente”, ou seja, o psicólogo social visa entender o papelque essa pessoal desempenha em cada área da sua vida e, à partir deste ponto, ajudar o indivíduo a se encaixar em suas relações, mesmo que as dificuldades sejam muito adversas. Isto é o que diferencia a psicologia social das demais abordagens, por ter uma visão além do contexto clínico que muita das vezes se limita na visão das patologias, porém, para um estudante que acaba de se formar, issoacaba sendo um tanto complicado porque todos saímos com a visão de uma abordagem voltada para a área clínica, “...o foco da psicologia é a clinica. Quando psicólogo sai formado e vai trabalhar no SUAS é uma construção nova da identidade do psicólogo ficamos até um pouco perdidos, porque não sabemos como trabalhar este outro lado, e a tendência é mesmo a “patologização”, é preciso perder esse olharque se limita em ver apenas os problemas ali apresentados e buscar algo mais aprofundado, que é a vida do indivíduo na sua íntegra. Isso ocorre devido a formação do estudante de psicologia, pois é uma matéria que não é dado muito ênfase, o que acaba causando um certo desinteresse por parte dos estudantes, são apenas dois semestres na qual é falado sobre os conceitos básicos, porém, não tem umaprofundamento prático sobre o assunto, e mesmo para os que desejam trabalhar na área, se torna complicado porque existem estágios proporcionados pelas faculdades em todas as outras áreas, mas no social, são poucas faculdades de disponibilizam estágios, por esta razão, os psicólogos sociais acabam tendo essa dificuldade quando começam a trabalhar na área social, “...até porque o que eu vejo é umaárea recente, a atuação do psicólogo junto à área da assistente social, então a construção tem se feito na pratica, porque pelo menos na faculdade que eu fiz não tinha nenhum enfoque e nenhum estagio que proporcionasse experiência pra gente.”. Estágios são importantes para isso, pois é só com ele que o estudante começa a ter mais contato com a realidade da qual é falada nos conceitos, e também, oestudante começa a preparar o seu psicológico para as situações que possam vir eventualmente, porque ouvir o seu professor falar sobre assunto não é a mesma coisa que ouvir ao relato da pessoa que está passando por problemas, além de que os estágios ajudariam os estudantes a conhecer essa área que vai além de teorias e conceitos e ter mais interesse sobre ela. “A vivencia é a melhor forma de...
tracking img