Analise ergonomica do trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1761 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
ANÁLISE ERGONÔMICA
DO TRABALHO NR – 17

ENGENHARIA DE PRODUÇÃO 4º SEMESTRE

FAC IV – ATPS ERGONOMIA E SEGURANÇA DO TRABALHO

PROFESSOR: ALAOR PRADO




INDICE

I INTRODUÇÃO
II BASES LEGAIS
III REGISTRO E DIVULGAÇÃO DE DADOS
IV DAS RESPONSABILIDADES
V RELAÇÃO DOS SETORES/FUNÇÕES QUE DEMANDAM A AET
VI DESCRIÇÃO FÍSICA DOSLOCAIS AVALIADOS E MAQUINAS EQUIP. E FERRAMETAS UTILIZADAS.
VII METODOLOGIA E EQUIPAMENTOS PARA A AVALIAÇÃO DOS AGENTES AMBIENTAIS
VIII MODELO DA FERRAMENTA DA ANÁLISE ERGONÔMICA
IX CONCLUSÕES E CONSTATAÇÕES
X PROPOSTAS DE MELHORIAS






I – INTRODUÇÃO

A Análise Ergonômica do Trabalho foi elaborada de acordo com as diretrizes da NR-17 da Portaria Nº. 3751 de 23 de novembro de1990 do Ministério do Trabalho, e se propõe a partir da análise de uma demanda, que pode ser da conseqüência da concepção de equipamentos ou da melhoria do ambiente do trabalho (demanda preventiva), do número elevado de doença ou acidente do trabalho (demanda de saúde), das reclamações de sindicato dos trabalhadores (demanda social), da notificação de auditores fiscais do trabalho ou das ações civispúblicas (demanda legal).

A Análise Ergonômica do Trabalho é parte integrante das normas regulamentadoras devendo estar articulado com as demais normas de Segurança e Medicina do Trabalho, em particular com o Programa de Controle Médico da Saúde Ocupacional - PCMSO, e o Programa de Prevenção de Riscos Ambientais - PPRA.

Com isto, espera-se ao final deste estudo, chegar-se àscausas e possíveis sugestões de melhorias ergonômicas nestes setores e funções, diagnosticando e estabelecendo medidas que visem à melhoria dos postos de trabalho, com o objetivo de proporcionar uma efetiva adaptação das condições de trabalho às características psifisiológicas dos trabalhadores, proporcionando o máximo de conforto, segurança e desempenho eficiente, conforme estabelecido na NormaRegulamentadora NR 17.



II – BASES LEGAIS

Bases legais e Referências Bibliográficas:
Correspondem aos fixados pela Legislação Brasileira constantes na NR-17 da Portaria 3.751 de 23/11/90 do Ministério do Trabalho.

Outras referências adotadas:
FUNDACENTRO;
ACGIH (American Conference of Governmental Industrial Hygienists);
NIOSH (National Institute for Occupational Safety and Health);OSHA (Occupational Safety and Health Administration);
OMS (Organização Mundial da Saúde);
OIT (Organização Internacional do Trabalho).



III – REGISTRO E DIVULGAÇÃO DE DADOS

POSTOS: Sala do Coordenador, sala do Supervisor.
Equipamentos: Distâncias entre (olho-tela, olho-teclado e olho documento) não estão aproximadamente iguais (17.4.3 item a), Todos os equipamentos que compõe umposto de trabalho devem estar realizados a características psicofisiológicas do trabalhador e a natureza do trabalho a ser executado (17.4.1). Deve ser fornecido suporte adequado para documentos que possa ser ajustado proporcionando boa postura, visualização e operação evitando movimentação freqüente do pescoço e fadiga visual. (17.4.2 item a).
Mobiliários dos postos de trabalho: Para as atividadesem que os trabalhos devam ser realizados sentados, a partir da analise ergonômica do trabalho, poderá ser exigido suporte para os pés que se adapte ao comprimento da perna do trabalhador. (17.3.4). Ter altura e características da superfície de trabalho compatíveis com o tipo de atividade, com a distância requerida dos olhos ao campo de trabalho e com a altura do assento (17.3.2 item a) Os assentosutilizados nos postos de trabalho devem atender aos seguintes requisitos mínimos de conforto: altura ajustável á estatura do trabalhador e a natureza da função exercida, características de pouca ou nenhuma conformação na base do assento;
Equipamentos: Todos os equipamentos que compõem um posto de trabalho devem estar adequados as características psicofisiológicas dos trabalhadores e a natureza...
tracking img