Analise ergonimica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2408 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Federal de Santa Catarina
Florianópolis – SC - Brasil
www.producaoonline.inf.br
ISSN 1676 - 1901 / Vol. 5/ Num. 3/ Setembro de 2005

ANÁLISE ERGONÔMICA DOS PO STOS DE TRABALHO DE
OPERADORES DE CAIXA DE SUPERMERCADO

ERGONOMICS ANALYSIS IN SUPERMARKET CASH REGISTERS

Lucimara Ballardin
Fisioterapeuta e Mestranda em Engenharia de Produção
UniversidadeFederal do Rio Grande do Sul
Programa de Pós-graduação em Engenharia de Produção
Praça Argentina, n°9, Porto Alegre
Telefone: (51) 8408-7744 luciballardin@yahoo.com.br

Cristiane Fontoura
Fisioterapeuta
Universidade Federal de Santa Maria
Departamento de Fisioterapia e Reabilitação
Avenida Roraima, s/n. Santa Maria, RS
Telefone: (51) 84243841cristiane-fontoura@bol.com.br

Carmen Silvia Fellippa, Dr.
Professora Adjunta
Universidade Federal de Santa Maria
Departamento de Fisioterapia e Reabilitação
Avenida Roraima, s/n. Santa Maria, RS
silviafellippa@excite.com

Maria Saleti Vogt, MSc.
Professora Adjunta e Doutoranda na Universidade de Brasília
Universidade Federal de Santa Maria
Departamento de Fisioterapia e ReabilitaçãoAvenida Roraima, s/n. Santa Maria, RS
masavo@terra.com.br
Universidade Federal de Santa Catarina
Florianópolis – SC - Brasil
www.producaoonline.inf.br
ISSN 1676 - 1901 / Vol. 5/ Num. 3/ Setembro de 2005

RESUMO
Esta pesquisa teve o objetivo avaliar as condições de trabalho e os postos de trabalho dos
operadores de caixa dos principais supermercados da cidade de Santa Maria(RS).Um total de
60 operadores de caixa de 9 supermercados fora m incluídos no estudo. A coleta de dados foi
realizada através de questionários, mensuração do posto de trabalho (antropometria e
mobiliário), observações diretas e aplicação do check-list . Os resultados demonstraram
condições de trabalho prejud iciais à saúde, como longas jornadas de trabalho e alta
prevalência de desconfortosmúsculo-esqueléti cos. A sintomatologia foi avaliada pelos
trabalhadores como resultado de fatores rel acionados ao trabalho, como movimentos
biomecânicos de passagem e registro de mercadorias, posturas exigidas pelo posto de trabalho
e mobiliário utilizado no posto de trabalho. As observações diretas analisaram as rotinas do
trabalho e apontaram os movimentos realiz ados pelos operadores.A comparação entre
medidas do mobiliário e antropometria demonstra incompatibilidade entre os componentes do
posto de trabalho. A aplicação do check-list confirmou o alto risco de Distúrbio
Osteomuscular Relacionado ao Trabalho e a necessidade de melhorias nas condições de
trabalho desta categor ia profissional.

Palavras-chave: Ergonomia, Caixas de Supermercados, SaúdeOcupacional.

ABSTRACT
This research had the objective to appraised the supermarket cashiers work conditions and
workstations of the main supermarkets of the city of Santa Maria (RS). A total of 60
supermarket cashiers from 9 supermarkets were included in this study. Th e collection of data
was carried through questionnaires, workstations measures (anthropometry and furniture), in
situobservations and a check list. The results had demonstrated harmful work conditions to
the health, as long hours of working and high prevalence of musculoske letal disorders. The
complaints had been evaluated by the workers as resulted of factors related to the work, as
biomechanic movements of cross and register of merchandises, positions demanded to work
and furniture used in the workstation. The comparison between measures of the furniture and
anthropometry demonstrates in compatibility between the components of the workstation. The
check list used confirmed the may contribute to a high risk for Repetitive Strain Injury and the
necessity of improvements in the conditions of work of this professional category.

Key words: Ergonomics, Supermarket Cash Re gisters,...
tracking img