Analise dos personagens joao e bilu filme crianças invisiveis

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2445 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]


SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO
NOME DO CURSO

NOME DO(S) AUTOR(ES) EM ORDEM ALFABÉTICA







































































SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO .........................................................................................................4
2 ATRAJETÓRIA DO SERVIÇO SOCIAL NO BRASIL ..............................................8
3 CONCLUSÃO ...........................................................................................................9
REFERÊNCIAS


































INTRODUÇÃO

O serviço social originário das ações sociais das Igrejas de atendimento e alivio àssituações de pontuais de penúria e sofrimento, realizadas voluntariamente, após institucionalização necessita de um aparato mais racional e técnico.o surgimento so serviço social no Brasil está intimamente ligado com a ação da Igreja Católica de duplo sentido: manter sua atuação caritativa ao próximo, dentre as quais se podem citar muitos exemplos históricos de solidariedade, e, também, garantir eampliar espaço na organização do Estado Corporativo. Porém o fator principal que,indubitavelmente, leva os assistentes sociais à profissionalização são as condições postas pelo avanço do capitalismo.
Quando o serviço social surgiu no Brasil, na década de 30 do século passado, o pais vivia um processo de industrialização e um avanço significativo rumo ao desenvolvimento econômico, sociale cultural.
Quando se coloca em discussão a denominada questão social, dois elementos sugerem destaque o trabalho e o capital, a respostada dada a esse conflito, entre esses dois pólos vai depender da maior ou menor importância que se atribuiu a um ou outro desses elementos,para entender melhor essa problemática, podemos considerar de inicio o trabalho humano, destacando as relaçõessociais que se desenvolveram no sistema produtivo, focalizando assim a cerne da questão social a exploração do trabalho pelo capital.
Podemos caracterizar as primeiras praticas do serviço social institucionalizado decorrente da ação de profissionais sempre prontos para oferecer respostas urgentes às primeiras questões prementes, desde cedo os assistentes sociais foram imprimindo àprofissão a marca do agir imediato, da ação espontânea, alienada e alienante.
O serviço social profissional teve suas origens no contexto do desenvolvimento capitalista e do agravamento da questão social.
A demanda por formação técnica especializada terá no Estado seu setor mais dinâmico, ao mesmo tempo em que passará a incentivá-la, institucionalizando sua progressivatransformação em profissão legitimada dentro da divisão sociotécnica do trabalho.

A TRAJETÓRIA DO SERVIÇO SOCIAL NO BRASIL.

A analise da trajetória do Serviço Social no Brasil aponta, como sugerido anteriormente, para a prevalência de um comportamento conservador. Nota-se a partir dos registros disponíveis que é apenas no final dos anos 50 e inicio da década seguinte que se fazemouvir as primeiras manifestações, no meio profissional de posições que questionam o status quo e contestam a prática institucional vigente esses questionamentos emergem numa conjuntura marcada por uma crise de intensa efervescência política no Continente, no quadro do colapso dos populismos e de uma reorientação tática do imperialismo em relação da multiplicação das escolas especializadas e dademanda objetiva do Estado e das empresas.
O crescimento da organização dos trabalhadores urbanos e rurais se faz acompanhar um processo de politização dos setores médios. Assume expressa uma “esquerda cristã”, que passa a influenciar contingentes maiores de Assistentes Sociais, seja através das escolas do movimento estudantil, seja pela convivência no bloco católico. A ideologia...
tracking img