Analise do filme doze homens e uma sentença

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1178 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A. O caráter constitutivo da decisão judicial.
Caráter constitutivo de uma decisão judicial é aquele teor dado à decisão pelo juiz com base na Constituição e no ordenamento jurídico. O juiz deve determinar um órgão competente para verificar se o fato ocorreu concretamente e se encontra pressupostos na norma geral para ser enquadrado no direito. No caso apresentado, o juiz decidiu que o meninodeveria ser julgado por um tribunal do júri, que deveria verificar num processo determinado pela ordem jurídica se o menino era ou não responsável pelo crime e decidir assim entre absolvê-lo ou condená-lo a morte. No final o menino é considerado inocente, portanto foi uma decisão favorável.

B. O problema da interpretação na verificação jurídica do fato.
O problema da interpretação naverificação jurídica do fato é a de que além de os jurados serem todos de origens, condições sociais e idades diferentes, havia os interesses pessoais de irem embora daquele lugar abafado e desconfortável e, portanto, não estavam pensando no que realmente tinham que decidir, a vida de uma terceira pessoa, um garoto de 18 anos.
Foi através da interpretação de um deles, o oitavo jurado, que não concorda coma decisão dos demais de condenar o garoto, que sugeriu que todos conversassem sobre o assunto e não simplesmente dessem seus votos sem, pelo menos, discutirem sobre o assunto, já que se trata da vida de outrem. Eles começaram, a partir daí, a analisar todos os detalhes e a, inclusive, ver o mesmo fato, as mesmas provas e os mesmos depoimentos de uma forma diferente. A interpretação, portanto,demonstrou que um mesmo fato pode ser interpretado por diversas formas e que, também, uma informação isolada tem um significado diferente do que quando apresentada e discutida por demais pessoas. A partir deste momento é que as questões individuais começam a interferir no grupo.
Podemos perceber a característica de cada um e como ela influencia na decisão, na medida em que vão revelando suaspersonalidades, comportamento apresentado, principalmente, por um dos jurados, o último a aceitar a inocência do garoto, que associou a sua história pessoal de relacionamento com seu filho com o fato a qual estava julgando, associando que da mesma forma que seu filho teve a coragem de lhe enfrentar, teria o garoto de matar seu pai.


C. A interferência dos valores nesta interpretação
O júri tem comoprincípio ser imparcial diante do fato ocorrido e usar a interpretação essencialista são os ideais para discussão do destino daquele que cometeu ou não um crime contra a vida. Porém, as palavras tem sentido plurívoco e a interpretação imparcial não tem “soberania” diante ao julgamento, principalmente, quando o fato ocorrido entra em conflito com os valores de cada ser humano que é composto o júriou quando algum deste já tiver vivenciado algo semelhante como ocorre com o jurado que não convive com o filho.
Durante todo o filme Doze Homens e Uma Sentença, os personagens discutem sobre o destino de um menino que supostamente teria matado seu próprio pai. Cada um defende seu ponto de vista baseado nas testemunhas e provas fatídicas relacionadas ao caso. A mulher que viu pela janela oincidente, o velho que ouviu o barulho e a movimentação do ato e, como prova, a faca usada na cena do crime que o acusado, coincidentemente ou não, portava uma igual. Em todas as análises a partir dessas evidências, os argumentos são construídos em fatos e dúvidas, mas também em experiências próprias de vida. Um dos personagens é levado a considerar na inocência do rapaz por colocar-se em seu lugar, ummenino que sofria de agressão física por parte do pai. Outros fatos que deixavam a duvidar com relação às testemunhas, também levaram alguns a acreditar que o menino não era culpado, como o fato de não coincidir o tempo, à distância e as impossibilidades físicas do velho que dizia ter caminhado até a porta e visto o menino descer as escadas. Outra prova a duvidar foi a alegação de que as...
tracking img