Analise de racios financeiros

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 48 (11762 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
ANÁLISE DE RÁCIOS FINANCEIROS

2 Jorge Bento Ribeiro Barbosa Farinha
Versão 2, Outubro 1994. Não reproduzir sem a autorização do autor.

1. INTRODUÇÃO 1.1. Os utilizadores da informação financeira A análise financeira de uma empresa recorre a um conjunto de instrumentos analíticos que procuram auxiliar um conjunto heterogéneo de entidades no conhecimento da situação e evolução económica efinanceira de uma empresa ao longo de um certo espaço de tempo e a procurar antecipar o seu provável comportamento futuro. Dentro desse conjunto de utilizadores das técnicas de análise financeira encontram-se os seguintes: - gestores - accionistas - trabalhadores - fornecedores - clientes - concorrentes - entidades financeiras - comunidade local - fisco e outras autoridades públicas - bolsas devalores - potenciais investidores Uma das dificuldades da análise financeira é precisamente a existência de conflitos entre estas diversas entidades. Por exemplo, nem sempre os interesses dos accionistas coincidem com os interesses das entidades financeiras. Esse seria o caso quando os accionistas deliberassem a distribuição de elevados dividendos que reduzisse o património disponível para garantir opagamento dos créditos dos bancos (ou fornecedores). Por outro lado, certas actuações dos gestores podem não ser do interesse dos accionistas por reduzirem a riqueza destes, como seja a realização de aquisições de empresas a preços sobrevalorizados. Isto porque geralmente se verifica que os gestores de empresas de maior dimensão tendem a auferir de remunerações mais elevadas. Também não serãocoincidentes os interesses do fisco com os dos gestores (e accionistas). Assim, geralmente se verifica, por exemplo, que, na possibilidade de escolha entre várias opções contabilísticas, os gestores frequentemente preferem as soluções que minimizem os resultados tributáveis. Estes factores influenciam o timing e a forma de apresentação da informação financeira. De facto, será frequente que osresponsáveis prefiram não apresentar certos detalhes da informação financeira ou, pelo menos, adiar a sua disponibilização se o seu conhecimento for contrário aos seus interesses pessoais ou da empresa. Por exemplo, em caso de surgimento de dificuldades financeiras, 2

os responsáveis tipicamente procurarão tomar medidas que as ocultem enquanto tentam tomar as medidas necessárias para as eliminar. Poroutro lado, na apresentação formal e tratamento da informação financeira, as prioridades e os critérios de avaliação da performance da empresa estarão seguramente influenciados pelos interesses particulares de quem apresenta essa mesma informação. As implicações desses conflitos estendem-se a vários níveis no domínio da analise financeira. Nos aspectos que mais nos interessam, salientam-se osseguintes: - a falta de objectividade da informação contabilística por influência dos critérios adoptados (para além das deficiências próprias das técnicas contabilísticas em si); - a existência de interpretações díspares para a mesma informação, consoante os interesses do analista em causa; - a selecção, por um analista, da informação que mais beneficie a sua posição (quando esta não é neutra); - aocultação, propositada ou não, de informação relevante .
1

1.2. Perspectiva adoptada Perante as várias perspectivas possíveis, aquela que se procurará adoptar ao longo desta exposição será aquela que privilegie a posição de maximização da riqueza para os accionistas (ou proprietários) da empresa. Neste contexto, considerar-se-á como objectivos principais do analista o estudo da forma como aactividade da empresa contribuiu durante um determinado período de tempo para influenciar os parâmetros que determinam o valor da empresa para os accionistas/sócios. Para compreendermos que parâmetros são esses, torna-se útil analisar a seguinte fórmula, ainda que simplificada, que exprime algumas das principais componentes para a formação de valor:
Vo D1 Ks
¡  

g

(1)

Vo = Valor...
tracking img