Analise de mercado

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3092 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Análise de mercado Morada da Floresta





Felipe Gouveia de Castro

Gabriel Pinheiro

Lucas Pinho Polonio

BAGA 6





Professora Silvia Mac Dowell



[pic]

SUMÁRIO





SUMÁRIO





Descrição da empresa...............................03

Análise do setor........................................03Fornecedores............................................04

Concorrência.............................................07

Clientes.....................................................08

Novos entrantes.........................................11

Produtos Substitutos..................................12

Bibliografia.................................................13



Descrição da empresaO mercado Morada da Floresta irá trabalhar com a comercialização de produtos florestais não madeireiros provenientes dos biomas brasileiros como a Amazônia e a Mata Atlântica. Será um mercado localizado na cidade de São Paulo, onde clientes que se preocupam com o bem estar pessoal e ambiental possam encontrar produtos naturais de ótima qualidade. Todos os produtos da Morada da Floresta serãoprovenientes de cooperativas agroextrativistas de florestas do Brasil que a gerações trabalham com o que de melhor a floresta pode nos oferecer em relação a alimentos, fitoterápicos, óleos, essências, chás entre outros produtos com infinitas propriedades medicinais e nutritivas que ajudam a manter o corpo em equilíbrio, além também de auxiliar o desenvolvimento sustentável das comunidadesextrativistas assim como estimular a preservação dos biomas do Brasil.


Análise do setor


Segundo o IBGE, em 2010, a produção florestal foi de R$ 14,7 bilhões, com 71,8% de participação (R$ 10,7 bilhões) da exploração de florestas plantadas (silvicultura) e 28,2% (R$ 4,2 bilhões) da exploração dos recursos vegetais naturais (extrativismo vegetal). Apesar da vantagem dos produtosmadeireiros em relação aos não madeireiros, a pressão dos órgãos ambientais para coibir a retirada de produtos das florestas nativas e a fiscalização intensa levaram a uma redução no extrativismo a produtos madeireiros.


Os produtos não madeireiros do extrativismo vegetal que se destacaram em 2010 pelo valor da produção foram: coquilhos de açaí (R$ 179,4 milhões), amêndoas de babaçu (R$154,8 milhões), fibras de piaçava (R$ 117,7 milhões), erva-mate (R$ 100,5 milhões), pó de carnaúba (R$ 86,2 milhões) e a castanha-do-pará (R$ 55,2 milhões). Juntos, somaram 89% do valor total da produção extrativista vegetal não-madeireira.


Na comparação com 2009, 16 produtos extrativos não madeireiros tiveram aumento de produção, com destaque para os alimentícios, como frutos deaçaí (7,3%) castanha-do-pará (7,7%), erva-mate (4,3%), mangaba (3,3%), pinhão (10,9%) e umbu (3,9%).


Sobre o mercado de produtos naturais, ele deixa cada vez mais de ser nicho para se tornar um importante segmento do varejo, que atualmente se encontra numa fase de círculo virtuoso em que a tendência são crescimento da oferta, facilidade de acesso a maior variedade, preços em declínioe, com isso, expansão e consolidação do mercado.( ESPM 2009)


Fornecedores


O Morada da Floresta tem grande preocupação com o trabalho realizado por seus fornecedores, sendo assim irá trabalhar apenas com fornecedores que estejam preocupados com a sustentabilidade do produto em relação a preservação ambiental, desenvolvimento social e econômico. Para isso elegeu algumascooperativas que estão cadastradas no projeto Mercado Mata Atlantica que visa identificar, qualificar e promover produtos, serviços e negócios sustentáveis na Mata Atlântica há mais de 20 anos. E trabalhar com comunidades extrativistas da Amazônia que já são conhecidas por um dos sócios da empresa.


Abaixo segue a tabela dos principais fornecedores e seus produtos.

|Fornecedores...
tracking img