Analise de marketing da chanel

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 27 (6635 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
TRABALHO DE MARKETING III “CHANEL”


TRABALHO REALIZADO PELA TURMA DO 3º PERÍODO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL E DESIGN DA ESCOLA SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E MARKETING (ESAMC), VISANDO À APRESENTAÇÃO MARKETING III. DO CONTEÚDO DA MATÉRIA DE

ÍNDICE 1. PARTE I - O SETOR TÊXTIL, DE VESTUÁRIO, DA MODA E DO LUXO. 2. PARTE II - A MARCA, SUA HISTÓRIA E SEUS PRODUTOS ÍCONES. 3. PARTE III - UM NOVO PRODUTOCHANEL. 4. PARTE IV- ROTEIRO: GESTÃO DE MARCAS. 5. FONTES.

P ÁGINA |4 PARTE I – O SETOR TÊXTIL, DE VESTUÁRIO, DA MODA E DO LUXO. O Brasil é o 5o maior parque têxtil do mundo, sendo o terceiro maior produtor de malhas e o segundo maior na produção de denim. É autossuficiente na produção de algodão. Referência na produção de jenswear, homewear e beachwear. O país produz anualmente 9,8 bilhões depeças de vestuário.

O setor têxtil no Brasil corresponde hoje por cerca de 4% de todo o PIB nacional e por 17,5% do PIB da indústria de transformação nacional. As dimensões desse mercado reproduzem a amplitude do mercado consumidor do país e mostram a importância da moda na formação da riqueza social e econômica do Brasil, destacando-se o papel do vestuário, que é o maior e mais representativosegmento da indústria de confecções têxteis do país. Todo mercado têxtil possui aproximadamente 30 mil empresas, que movimentam US$ 46 bilhões por ano e empregam 1,65 milhões de trabalhadores pelo país.

As pequenas empresas representam 71% da produção nacional, mas correspondem a somente 11% da produção de confeccionados. As confecções de grande porte que correspondem a 2,5% do total deindústrias dominam 40% da produção. A maior parte da produção vem das médias empresas que são responsáveis por 50% da produção. Apesar desses números são as pequenas empresas as responsáveis pelo maior número de vagas no mercado de trabalho. A produção brasileira é regionalizada. Segundo a ABRAVEST (Associação Brasileira de Vestuário), a região Sudeste representa 50,5% da produção nacional de vestuário ea região Sul 29,5%, juntas somam 80% de toda a produção nacional de vestuário, sendo os estados de São Paulo e Santa Catarina os maiores produtores. A região Nordeste vem crescendo e se tornando cada vez mais importante no cenário nacional, hoje detém 21,8% da produção.

Em relação ao mercado consumidor o público-alvo da indústria têxtil e da moda são as mulheres que representam 41% do foco daprodução, o público masculino é

P ÁGINA |5 responsável por 35%, a moda infantil por 18% e a moda bebê apenas 5% da produção nacional.

Em 2008, o saldo da balança comercial foi de US$ 1,408 bilhões. Em 2009 passou para US$ 1,585 bilhões. As exportações chegaram a US$ 1,896 bilhões e as importações a US$ 3,481 bilhões. Segundo Ulrich Kuhn, presidente da SINTEX (Sindicato das Indústrias deFiação, Tecelagem e Vestuário de Blumenau) é esperado um crescimento de cerca de 12% para os próximos anos.

A indústria de vestuário é no Brasil uma geradora de trabalho, de bens e é principalmente um sistema comercial que influencia tanto a cadeia têxtil como outros setores, como a mídia, a indústria de cosméticos e a de saúde voltada para beleza.

O mercado consumidor brasileiro éprincipalmente definido como pelas diferenças regionais em sua maneira de comprar, isso muito graças à formação cultural, ao clima e ao estágio de desenvolvimento econômico de cada região. Esses pontos influenciam fortemente os artigos têxteis, os tipos de loja e os produtos propriamente ditos que serão comercializados.

São as regiões mais industrializadas e desenvolvidas, as Regiões Sul e Sudeste,responsáveis pelas maiores participações no consumo, que chegam a ser superiores as de suas próprias populações devido ao grande poder de compra de seus consumidores.

A indústria nacional é estruturada da mesma maneira que a internacional, com grande fragmentação e diversidade de escalas e técnicas produtivas. E é essa diversificação que possibilita a sobrevivência das pequenas e microempresas....
tracking img