Analise de goffman e foucault

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (674 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Pensar o exercício do poder como uma força é pensar a positividade e a negatividade no campo da moral, mas, neste contexto, é diferente, pois, nesse caso, pensa-se a positividade no sentido deacrescentar (produzir) algo, construir algo e isso pode ser tanto positivo quanto negativo no campo da moral. Para Foucault, o que interessa é o sentido, ou seja, a identidade que foi construída. Se essepoder for pensado na modernidade, pensa-se no adestramento dos corpos, no corpo disciplinado para melhor ser vigiado e controlado. O adentrar faz com que se crie uma nova identidade, cria umasubjetividade nova que pode ser chamada de modo indivíduo de subjetivação, ou seja, produziu-se algo.
Para Foucault, o poder só se exerce sustentando pelo saber cientifico que vai, na modernidade, substituir ocarrasco do passado, mas agora esse exército de profissionais que vão cuidar, tratar e adestrar esse sujeito através do saber, ou seja, produzir sujeitos sem tocá-los. Esse poder que exercepositivamente, não precisa está dentro de uma instituição total para mudar um criminoso. Tornar esse corpo mais forte, porém ele é dócil e obediente, sem tirar nada desse corpo. O poder trabalha com o espaço ecom o tempo.
Os saberes produzem formas de submeter e adestrar o homem para que ele possa ser utilizado. No filme Quase dois irmãos, podemos observar como a vigilância se dá, é como se fosse umavigilância dentro de outra. Estamos dentro de uma instituição total, a cadeia, que a vigilância se dá pelos aguardas, e há outra forma de poder que as que os presos políticos exercem sobre os outros presoscomuns, e a que os líderes exercem sobre os outros presos políticos. No primeiro exemplo, podemos observar quando Jorginho chega à cadeia e recebe três regras dos outros presos: não pode roubar, nãopode abusar dos outros companheiros de cela e não poder usar drogas, e o mesmo ainda tem que entrar na greve de fome feita pelos presos políticos para reivindicar os seus direitos. No segundo...
tracking img