Analise de filme

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1023 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE SUDOESTE PAULISTA
Instituição Chaddad de Ensino S/C Ltda.

PSICOLOGIA

ELZA CARLA DE OLIVA

TRABALHO ACADEMICO APRESENTADO A DISCIPLINA DE:
PSICOLOGIA DE PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS






AVARÉ – SP
2011

ELZA CARLA DE OLIVA

PESSOAS : CUIDE PARA MANTE-LAS

Trabalho acadêmico apresentado a disciplina de portadores de necessidades especiaisProfessora: Maria Isabel

AVARÉ-SP
2011

O CONTADOR DE HISTÓRIAS

O filme é uma emocionante biografia de Roberto Carlos, onde é retratado a triste trajetória de uma criança que teve que pertencer a um sistema de vida imposto pela situação social em que ele se encontrava.
Tudo começa pelo sonho de sua mãe em dar a ele, filho caçula, uma esperança de futuro melhor.
Assim vislumbrada por umapropaganda institucional da FEBEM, a mesma toma a decisão de deixá-lo. Um detalhe importante a se observar é que a estrutura familiar de Roberto era precária, sua mãe ao todo tinha nove filhos, por vezes o crime era uma opção utilizada pela família para sobrevivência, o que percebe-se mais adiante de sua historia que não apenas no seio da família, mas também em outros grupos ele desenvolveu amarginalização como recurso de vida.
Temos como necessário falar sobre a FEBEM, uma instituição que prometia um futuro para seus internos que na maioria vindos de famílias carentes, vivendo a margem da sociedade. No filme a postura dos funcionários da instituição retratam claramente o modelo mecanicista, onde as crianças não tinham nenhuma relação afetiva, senão apenas burocrática e política.
Ofuncionamento era padronizado, uniformizado, cada funcionário exercendo o seu papel, e a característica que mais se destacava era a ditadura com que tudo era aplicado, os castigos eram severo, o comando vinha de cima para baixo.
Privado de sentimentos afetivos, e convivendo em uma instituição que não dava a mínima para o que ele sentia, Roberto começou a vincular-se em meio á grupos que o conduziram amarginalização, levando aquela criança bem distante daquilo que um dia sua mãe havia sonhado.
Um grupo de interesse dentro da FEBEM, ou seja, garotos que partilhavam dos mesmos sofrimentos passam a ser para Roberto um reforço para o crime.
Seus heróis já não eram pessoas de bem, mas o marginal, o bandido, e em especial o “Cabelinho vermelho”, jovem popular, cuja gangue, se tornara um sonhopara Roberto participar, no entanto, ao ser espancado e estuprado pelos mesmos, chegou a um estado critico de sua curta vida.
Infelizmente a falta de humanização, a frieza de tratamento, a clara intenção da FEBEM como órgão político, já considerava Roberto uma criança de 13 anos irrecuperável aos olhos da visão institucional mecanicista.
Foi exatamente neste momento, entre fugas da FEBEM, entreidas e vindas do adolescente para a instituição que surge uma professora Francesa, pesquisadora chamada Margarethi, que tem uma forma de enxergar a vida de Roberto não com as lentes da estrutura mecanicista, não utilitária, mas humanitária.
Ela permite que Roberto perceba que ela queria uma aproximação dele, não numa abordagem de interesse unilateral, impregnado de egoísmo, mas sim bilateral ondeela queria compartilhar a própria vida com Roberto na esperança de recuperar aquela criança abandonada e tratada como um objeto de escárnio.
A principio, Roberto relutava pelas formas de carinho e atenção que lhe eram devotados devido a todo o processo que ele já havia passado, tendo dificuldades de acreditar em que existia meios diferentes alem de socos e pontapés para sociabilizá-lo.Margarethi aos poucos, como numa gestão de pessoas deu a oportunidade de Roberto não apenas a valorizar-se a si mesmo, como também, trabalhou conceitos de inclusão social, isto fica evidente numa partida de futebol quando Roberto tem receio de entrar no estádio devido à revista policial, Margarethi então o desafia a enxergar-se como uma nova pessoa, mudada, assim ele se convence e descobre que é...
tracking img