Analise de estabilidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3813 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Análise da estabilidade postural de idosos sedentários, praticantes de exercício físico regular e atletas1
Sionara Tamanini de Almeida*

Resumo
Com o envelhecimento, uma perda funcional do sistema de controle postural é constatada nos seres humanos. No entanto, acredita-se que o sedentarismo possa ser uma das causas de um controle pobre. Dessa forma, o presente estudo teve como objetivoinvestigar a influência de diferentes graus de atividade física praticada na estabilidade postural de idosos submetidos a posturas eretas e não perturbadas. O interesse é verificar se a amplitude de deslocamento do centro de pressão é diminuída proporcionalmente com o aumento do grau de atividade física praticada tanto nos sedentários quanto nos praticantes de exercício físico regular, atingindo osmenores valores nos atletas. Participaram do estudo 18 sujeitos idosos do sexo masculino divididos em três grupos: G1 (atletas - 72 ± 5,5 anos), G2 (praticantes de exercício físico regular 69,3 ± 5,7 anos) e G3 (sedentários - 68 ± 2,9 anos). A coleta de dados deu-se com os sujeitos permanecendo em pé sobre a plataforma de força por 37s em três diferentes posturas: pés unidos (Postura 1), pésparalelos afastados na distância dos quadris (Postura 2) e com apoio unipodal (Postura 3). Os testes estatísticos realizados indicaram que não há influências de diferentes graus de atividade física praticada na estabilidade postural. Entretanto, tendências foram encontradas na análise qualitativa realizada, principalmente nas posturas 1 e 3, indicando que o número de sujeitos da amostra foi pequeno ou quea variável utilizada foi insuficiente para demonstrar que a atividade física pode influenciar nos declínios funcionais do controle postural com o envelhecimento. Palavras-chave: Envelhecimento. Controle motor. Atividade física.

*

Fisioterapeuta pelo IPA; Licenciatura Plena em Educação Física pela UFRGS; mestranda em Educação pela UFRGS, bolsista Capes. Monografia apresentada na EscolaSuperior de Educação Física pela UFRGS sob a orientação do professor Dr. Ricardo Petersen (PhD. University of Mariland/EUA) e co-orientação da professora Jaqueline de Souza (mestra em Ciências do Movimento Humano pela UFRGS).

1

Recebido em jul. 2006 e avaliado em dez. 2006

39
RBCEH, Passo Fundo, v. 4, n. 1, p. 39-47, jan./jun. 2007

Introdução
Nos estudos atuais, a postura não é maisconsiderada um estado estático, mas é a interação dinâmica entre o objetivo da tarefa e o meio (HORAK e MACPHERSON, 1996). Manter uma postura ereta e estável é uma tarefa complexa, pois a postura deve ser mantida sob a ação de forças externas que desestabilizam o corpo em uma base de suporte2 de área relativamente pequena (FREITAS, 2003). Com a finalidade de se conservar uma postura estável, o sistemade controle postural mantém a posição do corpo no espaço, orientando-o e estabilizando-o. A orientação é a habilidade de manter uma harmonia entre os segmentos corporais e o ambiente durante a realização da tarefa, e a estabilização envolve a manutenção do centro de gravidade do corpo3 dentro dos limites da base de suporte (FREITAS, 2003; WOOLLACOTT e SHUMWAY-COOK, 1990; WOOLLACOTT e SHUMWAYCOOK,1995). Para um adequado funcionamento, o controle da postura necessita da interação e de um eficiente funcionamento dos sistemas neural e musculoesquelético. O sistema neural é composto pelos processos motores (dentre os quais estão as sinergias da resposta neuromuscular), processos sensoriais (sistema visual, vestibular e proprioceptivo) e processos de integração de nível superior. Já o sistemamusculoesquelético é composto pela amplitude de movimento da articulação, flexibilidade da coluna, propriedades musculares e relações biomecânicas entre os segmentos corporais. Ambos os sistemas integram as informações sensoriais relativas à posição e movimentação do corpo no espaço e 40

geram forças para controlar a posição do corpo (WOOLLACOTT e SHUMWAYCOOK, 1995). Tais sistemas sofrem uma...
tracking img