Analise critica dos fatores de insucesso na implantação do bsc

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 27 (6714 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE PAULISTA – UNIP Vice - Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa Programa de Mestrado em Administração

Luiz Alberto G. Martins

ANÁLISE CRÍTICA DOS FATORES DE INSUCESSO NA IMPLANTAÇÃO DO BALANCED SCORECARD

Este artigo está sendo apresentado como atividade da matéria de Estratégia Empresarial, do Prof. João Mauricio G. Boaventura.

São Paulo Junho - 2007

1. Título AnáliseCrítica dos Fatores de Insucesso na Implantação do Balanced Scorecard 2. Objetivo Identificar e analisar os fatores de sucesso e insucesso na implantação do Balanced Scorecard nas organizações, na visão de vários casos e autores. 3. Justificativas Devido a diversos fatores relacionados à competição, as organizações se vêem obrigadas a aperfeiçoarem suas estratégias num mercado cada dia mais acirrado.Diante de todo esse quadro, a eficiência em captar, desenvolver e utilizar os seus ativos intangíveis é o grande responsável pelo fator de sucesso de uma organização. A necessidade de gerenciamento desses ativos exige o uso de sistemas de medição de desempenho. O Balanced Scorecard – BSC tem se constituído numa poderosa ferramenta para esta finalidade, porém, vários estudos têm demonstrado que asua utilização não significa necessariamente o caminho para alcançar o sucesso. Muitas implantações não alcançam os resultados esperados, ocasionando perda de tempo, consumindo recursos desnecessários, contribuindo com inexpressivos resultados para a organização. Na primeira parte deste artigo, é contemplada a teoria do BSC, que foi desenvolvido por Robert S. Kaplan e David P. Norton, as quatroperspectivas deste método e o conceito de mapa estratégico. Neste artigo, também são destacados alguns fatores que podem ser observados para uma implementação eficaz do BSC. O objetivo deste artigo é analisar a implementação do BSC sob a visão de vários casos, separando os fatores considerados críticos dos fatores de sucesso relativo a sua implantação. O artigo também contempla uma série de críticasna visão de vários autores quanto a utilização do BSC. 4. Referencial teórico 4.1. Sistemas de Gestão Estratégica Hoje existem dezenas de sistemas de gestão derivados de algum sistema básico, ou oriundos da adaptação de um ou mais sistemas às necessidades de determinadas empresas. São sistemas de gestão que gerenciam finanças, pessoas, processos, clientes, a exemplo do Economic Value Added (EVA);o Customer Management (CRM); a “Voz do Cliente” ou Desdobramento da Função Qualidade; Seis Sigma; Lean Manufacturing ou Sistema Enxuto de Produção; Gerenciamento por Objetivos; Gerenciamento por Competências; Gerenciamento por Atividades; entre outros. Alguns sistemas podem auxiliar a gestão da estratégia, seja na etapa de implementação ou na de controle, tais como: o Gerenciamento por Objetivos,a Gestão pela Qualidade Total (TQM), a Reengenharia, o Custeio Baseado em Atividades. Existem, entretanto, alguns sistemas mais adequados ao gerenciamento estratégico, como o Balanced Scorecard (BSC) e o Gerenciamento Pelas Diretrizes (GPD) que propõem a implementação, avaliação e controle da estratégia [REDI, 2003].

4.2. Balanced Scorecard (BSC) O Balanced Scorecard (BSC) foi desenvolvido nadécada de noventa, por Robert S. Kaplan e David P. Norton, com a finalidade de ser um sistema para mensuração do desempenho dos ativos intangíveis das empresas (novos produtos ou produtos em fase e produção; processos inovadores; habilidades, motivação e flexibilidade dos funcionários; lealdade dos clientes; bancos de dados; sistemas, etc.). Tendo em vista as mudanças no mercado - por exemplo:clientes mais esclarecidos e seletivos, que exigem desempenho notável - as empresas, as organizações do setor público e as entidades sem fins lucrativos precisaram alterar sua cultura interna, de modo a não perderem e, no mínimo, acompanharem o mercado. Para isso, buscou-se definir com clareza qual a missão, a Visão e a Estratégia de suas instituições, uma vez que o Balanced Scorecard vai...
tracking img