Analise constitucional- cras jf

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1989 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução:

Este presente trabalho é uma exigência da oficina de Trabalho Profissional II da Faculdade de Serviço Social da Universidade Federal de Juiz de Fora, realizado com base em minha inserção no campo de estágio, no período de abril a julho deste ano. A Instituição contratante é o Centro de Referência de Assistência Social, (CRAS) Sudeste I.
A proposta desde trabalho é realizar umaanálise institucional, sendo assim, apresentarei um breve panorama da Instituição, do Serviço Social, e dos usuários que utilizam os serviços oferecidos pela mesma.
O primeiro ponto a ser tratado se refere à Instituição, logo em seguida apontarei uma breve analise da prática do profissional de Serviço Social, e por ultimo discorrerei a cerca dos usuários deste serviço.



AnáliseInstitucional:

1)- Realidade da Instituição:

O espaço sócio ocupacional que será analisado compreende o espaço onde, atuo enquanto estagiária do Serviço Social, o Centro de Referência de Assistência Social da região Sudeste de Juiz de Fora, Minas Gerias, localizado no bairro Costa Carvalho.
Com objetivo de compreender a realidade da Instituição, do Serviço Social e dos usuários em sua totalidadepartirei do esclarecimento sobre a Política Nacional de Assistência Social (PNAS), pois a mesma coloca os princípios norteadores da criação/ ação do CRAS, em seqüencia explicitarei o panorama desses três eixos de locução – Instituição, Serviço Social, e usuário.
A PNAS foi formulada em 2004 e possui seus fundamentos ancorados na Constituição Federal de 1988 (CF/88), que compreende a assistênciasocial como um dos componentes do sistema de seguridade social. A política intenciona o enfrentamento das desigualdades sócio-territoriais possibilitando a garantia dos mínimos sociais à população que deles necessitam (artigo 1° da Lei Orgânica de Assistência Social) tendo como instrumentos a promoção de serviços, programas, projetos e benefícios da proteção social básica.
A proteção socialbásica deve garantir assim a segurança de sobrevivência, de acolhida, de convívio ou vivência familiar do público atendido, ou seja, priorizando o trabalho com famílias. O horizonte dessa intervenção visa contribuir com a inclusão e a equidade dos usuários, ampliando o acesso aos bens e serviços sócio-assistenciais básicos que será efetivado pelos Centros de Referência de Assistência Social.
A gestãoda PNAS é organizada e normatizada pelo Sistema Único de Assistência Social – SUAS, sendo este um sistema público com comando único, descentralizado e não-contributivo que na perspectiva da universalização dos direitos, regula em todo o território nacional as ações sócio-assistenciais.
O SUAS tem como objetivo assegurar a concretude e os preceitos da Lei Orgânica de Assistência Social (LOAS) – de1993 que foi regulamentada para consolidar e garantir o acesso a universalização dos direitos, aos serviços sociais e a responsabilidade estatal – se organiza em níveis de proteção: a proteção social básica e a proteção social especial.
Em Juiz de Fora a Associação Municipal de Apoio Comunitário (AMAC) é a principal responsável por executar as ações na área da Assistência Social. Foi Criada em08 de janeiro de 1985 e a partir de 2006 iniciou um direcionamento das ações baseando-se nas diretrizes da PNAS e implantando o SUAS. Demarcando na cidade a territorialização e a matricialidade sócio familiar.
Faz-se necessário resgatar historicamente a questão orçamentária da assistência em Juiz de Fora, pois até o ano 2000, este orçamento era diretamente administrado pela AMAC, e após a reformaadministrativa criou-se um Departamento de Política Social (DPS) que logo em seguida foi substituído pela Secretaria de Política Social (SPS) e pela Secretaria de Assistência Social (SAS). Hoje são definidoras da política de assistência e ainda deixam a AMAC executora dos serviços.
A AMAC, portanto gerencia hoje as ações sócio-assistênciais da cidade, definido programas, projetos, e funções...
tracking img