Analise comportamental de obesos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 43 (10604 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Renata de Carvalho Cavalcante

Análise Comportamental de Obesos Mórbidos e de Pacientes Submetidos à Cirurgia Bariátrica

Recife, 2009

RENATA DE CARVALHO CAVALCANTE

ANÁLISE COMPORTAMENTAL DE OBESOS MÓRBIDOS E DE PACIENTES SUBMETIDOS À CIRURGIA BARIÁTRICA

Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal de Pernambuco, como requisito parcialpara a obtenção do grau de Mestre em Psicologia

Orientadora: Profa Dra. Cilene Rejane Ramos Alves de Aguiar

RECIFE 2009

Cavalcante, Renata de Carvalho Análise comportamental de obesos mórbidos e de pacientes submetidos à cirurgia bariátrica / Renata de Carvalho Cavalcante. – Recife: O Autor, 2009. 110 folhas : il., gráf., tab. Tese (Mestrado) – Universidade Federal de Pernambuco. CFCH.Psicologia, 2009. Inclui: bibliografia e anexos. 1. Psicologia. 2. Obesidade mórbida. 3. Cirurgia bariátrica. 4. Imagem corporal. 5. Ansiedade – Depressão em mulheres. 6. Habilidades sociais. I. Título. 159.9 150 CDU (2. ed.) CDD (22. ed.) UFPE BCFCH2010/11

DEDICATÓRIA

A meus pais, Raul Galvão e Cleris Cavalcante, exemplo de vida, incentivo e cuidado, durante todos os anos de minha vida.Tudo começou em vocês

AGRADECIMENTOS
A Deus, pela presença constante em minha vida, que permitiu que tudo acontecesse. A meu esposo, Alexandre, pelo amor incondicional, sempre incentivando e apoiando o meu enriquecimento profissional e cada vitória conquistada, com muito carinho e compreensão. A meus pais, pelo constante incentivo na busca pelo caminho do conhecimento. A meu pai, pelasconstantes discussões acerca do projeto bem como por suas correções. À minha mãe, com seu espírito de paz e amor e que se faz presente em minha vida e que, até mesmo diante das dificuldades, me ensina e me ajuda a caminhar. A meus irmãos, Raul, Rafael e Luis Henrique, que sempre estiveram do meu lado, de forma peculiar, fazendo com que sempre me sentisse amada. À minha orientadora Cilene Rejane, por terdespertado em mim o desejo pela pesquisa científica, por todo seu apoio, paciência, orientação, carinho e incentivo durante esta jornada. A meus colegas de turma por compartilharem comigo deste grande momento. Aos amigos, Bruno e Alda, funcionários do Departamento de Psicologia, pela competência, paciência, dedicação e disponibilidade com que sempre me atenderam nas questões burocráticas.

“Detudo ficaram três coisas: a certeza de que estava sempre começando, a certeza de que era preciso continuar e a certeza de que seria interrompido antes de terminar. Fazer da interrupção um caminho novo. Fazer da queda um passo de dança, do medo uma escada, do sono uma ponte, da procura um encontro”

O Encontro Marcado – Fernando Sabino

LISTA DE FIGURAS E TABELAS
TABELA 1 – CARACTERÍSTICASSÓCIO-DEMOGRÁFICAS DA AMOSTRA FIGURA 1 – PORCENTAGEM PÓS-CIRÚRGICO
COM DE PESO NORMAL. DOS À

SUJEITOS

DO

GRUPO

DE

OBESOS MÓRBIDOS CORPORAL
DE

E

RELAÇÃO

PERCEPÇÃO

DA IMAGEM

HOMEM

FIGURA 2 – PORCENTAGEM DOS SUJEITOS DO GRUPO DE OBESOS MÓRBIDOS E PÓSCIRÚRGICO COM RELAÇÃO À PERCEPÇÃO DA IMAGEM CORPORAL DE UMA MULHER DE PESO NORMAL. FIGURA 3 – PORCENTAGEM DOS SUJEITOS DOGRUPO DE OBESOS MÓRBIDOS E PÓSCIRÚRGICO COM RELAÇÃO À IMAGEM CORPORAL DO PRÓPRIO TAMANHO. FIGURA 4 – PORCENTAGEM DOS SUJEITOS DO GRUPO DE OBESOS MÓRBIDOS E PÓSCIRÚRGICO
COM

RELAÇÃO

ÀS

SILHUETAS REPRESENTATIVAS

DO

TAMANHO

QUE

ACREDITAM PODER ALCANÇAR. FIGURA 5 – PORCENTAGEM
DE TER DOS

SUJEITOS

DO

GRUPO

DE

OBESOS MÓRBIDOS
DO

COM

RELAÇÃO ÀS ESCOLHAS DESILHUETAS REPRESENTATIVAS

TAMANHO GOSTARIAM

FIGURA 6 – PORCENTAGEM

DE

SUJEITOS

DO

GRUPO

DE

OBESOS MÓRBIDOS

E

PÓS-

CIRÚRGICO COM RELAÇÃO DOS NÍVEIS DE DEPRESSÃO. FIGURA 7 – PORCENTAGEM
DE

SUJEITOS

DO

GRUPO

DE

OBESOS MÓRBIDOS

E

PÓS-

CIRÚRGICO COM RELAÇÃO AOS NÍVEIS DE ANSIEDADE. FIGURA 8 – PORCENTAGEM DOS SUJEITOS DO GRUPO DE OBESOS MÓRBIDOS...
tracking img