Analisando os conhecimentos dos adolescentes acerca da transmissão da aids e suas prevenções

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2447 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ANALISANDO OS CONHECIMENTOS DOS ADOLESCENTES ACERCA DA TRANSMISSÃO DA AIDS E SUAS PREVENÇÕES
ANALYZING THE KNOWLEDGE ABOUT TEENS AND TRANSMISSION OF AIDS PREVENTIONS

FERREIRA, Flávia F.
RIBEIRO, Jessik Mayara S. A.
ALMEIDA, Raiana L.
MATOS, Thuane de P.

Resumo - O presente artigo tem como objetivo geral desenvolver educação em saúde e especificamente conhecer a concepção dosadolescentes acerca da AIDS e suas formas de transmissão e prevenção. Utilizou-se para realização desta pesquisa a aplicação de um questionário semi-estruturado a 10 adolescente, contendo três perguntas, com abordagem quantiqualitativa e bibliográfico. AIDS é uma doença infecciosa pelo vírus HIV, que destrói os mecanismos de defesas do organismo, acondicionando perda da imunidade, possibilitando assim oaparecimento de várias doenças (oportunistas), ocasionado vários problemas de saúde.
Palavras-chave: AIDS, transmissão. prevenção. adolescentes.

Abstract - This article aims to develop general health education and specifically the concept of teenagers know about AIDS and its transmission and prevention. Was used for this research the application of a semi-structured questionnaire to 10 teenagecontaining three questions, with bibliographical and quantiqualitative approach. AIDS is an infectious HIV virus that destroys the body's defense mechanisms, packing loss of immunity, thus making possible the emergence of various diseases (opportunistic) caused various health problems.
Keywords: AIDS transmission. prevention. teenagers.

INTRODUÇÃO

A Síndrome da Imunodeficiência Adquirida-SIDA ou AIDS (sigla em inglês), que tem origem na infecção pelo HIV e é transmitido principalmente pela via sexual, atingiu proporção de pandemia logo nos primeiros anos após a sua descoberta. A AIDS é considerada a doença do século XX, temida pela sua gravidade e pelo fato de ainda não ter cura. Foi descoberta no início da década de 80, Inúmeras hipóteses foram levantadas para explicar a suaorigem (RIBAS, 2008).
No início, a AIDS foi considerada uma doença que atingia somente grupos restritos, sendo denominada de “doença dos gays” e “doença dos quatro H” (homossexuais, hemofílicos, haitianos e heroinômanos). Com a sua disseminação, o perfil epidemiológico modificou-se, acarretando sua feminização, heterossexualização, envelhecimento e pauperização. Desta forma, o conceito de “grupos derisco” deu lugar ao de

“comportamentos de risco”, ou seja, entendia-se não mais que grupos restritos eram susceptíveis à infecção pelo HIV, mas que o risco estaria em determinados comportamentos, os quais aumentariam as chances de sua transmissão. Tais comportamentos consistiam, por exemplo, na atividade sexual sem preservativo e no compartilhamento de agulhas ou seringas. Atualmente,desenvolve-se o referencial da vulnerabilidade, a qual consiste em um conjunto de aspectos individuais e coletivos, relacionados à maior exposição de indivíduos e populações à infecção e ao adoecimento pelo HIV e, de modo inseparável, à maior ou menor disponibilidade de recursos de todas as ordens para se protegerem do vírus e da doença (OLIVEIRA et al., 2007).
Varaldo (2012) aborda que no Brasil deveexistir cerca de 600.000 infectados com AIDS, numero este que veem elevado significativamente a cada ano. Portanto, nota se a importância desse estudo, pois o mesmo tem como objetivo analisar o conhecimento dos adolescentes acerca da transmissão da doença.

REFERÊNCIAL TEÓRICO

O que é AIDS

A identificação, em 1981, da síndrome da imunodeficiência adquirida, habitualmente conhecida comoAIDS, tornou-se um marco na história da humanidade, e se tornou uma questão de saúde pública no Brasil.
A Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (AIDS) e é uma doença causada pelo vírus HIV, que destrói os mecanismos de defesa do corpo humano. Ela provoca a perda da imunidade natural, permitindo o aparecimento de várias outras doenças, oportunistas (MINISTÈRIO DA SAÙDE, 2006, p.13).
O vírus tem um...
tracking img