Analítica dos conceitos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1175 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO


O filósofo alemão Immanuel Kant responde à questão de como é possível o conhecimento afirmando o papel constitutivo de mundo pelo sujeito transcendental, isto é, o sujeito que possui as condições de possibilidade da experiência. O que equivale a responder: "o conhecimento é possível porque o homem possui faculdades que o tornam possíveis". Com isso, o filósofo passa a investigara razão e seus limites, ao invés de investigar como deve ser o mundo para que se possa conhecê-lo, como a filosofia havia feito até então. Em Kant, há duas principais fontes de conhecimento no sujeito:
- A sensibilidade, por meio da qual os objetos são dados na intuição.
- O entendimento, por meio do qual os objetos são pensados nos conceitos.
Aqui analisaremos a divisão primeira dalógica transcendental ou, analítica transcendental a partir da decomposição do nosso inteiro conhecimento a priori nos elementos do conhecimento puro do entendimento, e na analítica dos conceitos iremos decompor a própria faculdade do entendimento e a análise do uso puro do entendimento em geral.

02

RESUMO

Neste trabalho identificamos os elementos mais importantes envolvidos na argumentaçãode Kant na sua Analítica Transcendental, isto é, por um lado, as representações intuitivas (sensações, intuições empíricas, intuições puras e aparecimentos) e, por outro lado, tanto as representações discursivas (conceitos) como as operações (associadas a unidades, regras e julgamentos) também tratadas na Lógica Transcendental.

03
ANALÍTICA DOS CONCEITOS

A analítica dos conceitos nãoconsiste, de modo algum, numa análise dos próprios conceitos como tais, é antes, uma análise da faculdade de formar conceitos, isto é, do entendimento. Trata-se de organizar uma tabela completa dos conceitos puros a partir dos quais o entendimento forma todos os conceitos. Para descobrir a totalidade dos conceitos puros do entendimento existe um fio condutor, Kant descobre este fio condutor nasdiferentes maneiras pelas quais se realiza a unidade nos juízos. Em kant o entendimento não é uma faculdade de intuição. Logo, o conhecimento de cada entendimento é um conhecimento mediante conceitos, não intuitivos, mas discursivos. A função é a unidade da ação de ordenar diversas representações sob uma representação comum. E juízo é o conhecimento mediato de um objeto e a representação de umarepresentação do mesmo.
“O entendimento em geral pode ser representado como uma faculdade de julgar” (Kant). Assim pode-se dizer que pensar é julgar, e todos os juízos são funções da unidade sob nossas representações, e a para o conhecimento de um objeto ao invés de uma representação imediata, usa-se uma representação superior e que reúne vários conhecimentos possíveis num só.
Os lógicos distinguemdiferentes formas lógicas de juízo segundo a quantidade, a qualidade, a relação, e a modalidade. Inspirado nessa classificação Kant obtém a tábua dos juízos:

1-
Quantidade
Universais
Particulares
Singulares

2-
Qualidade
Afirmativos
Negativos
indefinidos
3-Relação
Categóricos
Hipotéticos
Disjuntivos
4-
Modalidade
Problemáticos
Assertóricos
Apodíticos

04

Oponto de vista de quantidade é o de extensão; singular para Kant é o juízo que refere o predicado à totalidade do sujeito. Da qualidade, Kant julga ser necessário separar os juízos indefinidos das negações e afirmações. Do ponto de vista da relação, o juízo categórico afirma um predicado de um sujeito; o juízo hipotético estabelece uma ligação entre princípio e consequência; o juízo disjuntivoestabelece uma relação estabelece uma relação de oposição lógica. A modalidade não concerne senão ao valor da cópula em relação ao pensamento em geral. Nos juízos problemáticos, a afirmação ou a negação se consideram como simplesmente possíveis, ao passo que são tidas como reais nos juízos assertóricos e como necessários nos juízos apodíticos.
Temos objetos no mundo, que só podemos conhecer como...
tracking img