Análise semiótica seminário de publicidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1956 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
SEMIÓTICA 1

CASARIN, Fernanda L.²

RESUMO: Segundo a semiótica, todas as coisas do mundo são signos, inclusive o próprio homem. Peirce desenvolveu uma teoria relatando como eles são classificados e estudados. A análise semiótica é feita através desses signos, o que eles representam e os efeitos que podem causar no interpretante. Obras de arte, e as campanhas publicitárias em geral, sãocompostas por diversos signos, que propositadamente, chamam a atenção, devido a mensagens subliminares que não são percebidas em um certo nível de consciência. O presente artigo tem como objetivo exemplificar como isto ocorre, analisando semioticamente uma campanha publicitária para um evento institucional, cujo tema é Corpo e Erotismo, e a sua identidade visual que é baseada na obra de Renee Magritte,onde poderemos observar um certo fetichismo do artista.

PALAVRAS-CHAVE: Magritte, Análise, Semiótica, Corpo e Erotismo

INTRODUÇÃO

Houveram muitos conflitos até a definição do termo SEMIÓTICA., que é a ciência da linguagem em geral. Ela surgiu no século XX, juntamente com a LINGUÍSTICA, que trata-se apenas da linguagem verbal.
A semiótica tem como objetivo analisar todo equalquer fenômeno, e descrever sua constituição como linguagem. Como até a vida, é uma espécie de linguagem, o filósofo Charles Sanders Peirce desenvolveu uma fenomenologia com três categorias universais: primeiridade, secundidade e terceiridade.
A primeiridade, é tudo que está imediatamente presente à consciência de alguém, é o primeiro instante, a categoria do sentimento sem reflexão. É o ver(Ex.: “a brancura”). Quando um fenômeno primeiro é relacionado a um segundo fenômeno qualquer, chamamos de secundidade. É a categoria da comparação, da ação e reação sem o governo da razão, o atentar para. (Ex.: “a brancura da cadeira”). A terceiridade é a interpretação. Categoria que serve como um elo entre um fenômeno segundo e um terceiro. É a inteligência do pensamento, o generalizar, ou seja,sintetizar as observações em classes ou categorias abrangentes. (Ex.: “minha cadeira branca”).

1 SIGNOS

O signo é uma algo que representa alguma coisa: seu objeto. Esse objeto leva a um interpretante, e cria um segundo signo no intérprete. Podendo ser alguma coisa direta ou não, ligada ao objeto. O objeto pode ser: imediato, que é uma representação mental de um objeto (quer ele exista ounão), ou mediato, real ou dinâmico, que é a realidade, onde é realizada a atribuição do signo à sua representação (adquirida com a experiência). Como exemplo a palavra “bola” (objeto imediato), não é necessário ter o objeto dinâmico (a bola em si), para que se possa entender o que o verbete representa. (interpretante imediato) E ainda pode remeter à alguma lembrança da infância e etc,(interpretante dinâmico).
Os signos são classificados de acordo com a maneira em que representam seu objeto, podendo ser: icônico, quando representa seu objeto por semelhança, ou seja, puxa desse objeto certos aspectos, qualidades. Ex.: Fotos, desenhos, TV e etc; indicial, quando representa seu objeto por contiguidade (causa - efeito) ou causalidade, ou seja, quando ele chama atenção para algo. E énecessário o objeto. Ex.: Fumaça, batida na porta, marca de tiro e etc; simbólico, representa seu objeto por uma convenção social, por lei. Não tem nada a ver com o objeto que representa. Ex.: Cruz, pomba, escrita, logo marca e etc.
Apesar de estarem rigorosamente divididos e classificados os signos, não há uma exclusividade de campo de ação, ou seja um signo não está fadado a serexclusivamente uma coisa ou outra. Como ratifica SANTAELLA (2002) isso não significa que um signo pertence exclusivamente a um tipo apenas. A iconicidade, a indexicalidade e simbolicidade são aspectos presentes em todo e qualquer processo sígnico.

2 OBJETO DE ESTUDO

Analisarei semioticamente a campanha publicitária da AGECIN, Agencia Experimental de Comunicação Integrada, para o II Seminário...
tracking img