Análise do pib 2005 a 2010

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1083 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Análise do PiB no Brasil de 2005 à 2010

PIB de 2005 foi de R$ 1,9 trilhão

Em 2005, o Produto Interno Bruto medido a preços de mercado alcançou R$ 1.937,6 bilhões, sendo R$ 1.728,5 bilhões referentes ao Valor Adicionado a preços básicos e R$ 209,1 bilhões aos Impostos sobre Produtos. Dentre os componentes do Valor Adicionado, a Agropecuária registrou R$ 145,8 bilhões, a Indústria R$ 690,6bilhões e os Serviços R$ 985,3 bilhões No quarto trimestre de 2005, o PIB medido a preços de mercado foi de R$ 521,9 bilhões, sendo R$ 466,2 bilhões de Valor Adicionado a preços básicos e R$ 55,7 bilhões de Impostos sobre Produtos.
Entre os componentes da demanda, em 2005, o Consumo das Famílias totalizou R$ 1.075,3 bilhões, o Consumo do Governo R$ 378,7 bilhões e a Formação Bruta de Capital FixoR$ 385,9 bilhões. A Balança de Bens e Serviços ficou superavitária em R$ 84,9 bilhões e a Variação de Estoques foi de R$ 12,7 bilhões.

PIB acumulou crescimento de 2,9% em 2006

O PIB (Produto Interno Bruto) a preços de mercado acumulado no ano de 2006 teve crescimento de 2,9% em relação a 2005. Essa taxa resultou da elevação de 2,7% do valor adicionado a preços básicos e do aumento de 4,4%nos impostos sobre produtos. A elevação do valor adicionado decorreu do desempenho dos três setores que o compõem: agropecuária (3,2%), indústria (3,0%) e serviços (2,4%).
Em conseqüências desses resultados, o PIB per capita1 teve crescimento real de 1,4% no ano passado.
A taxa do PIB do quarto trimestre em relação ao terceiro trimestre de 2006, com ajuste sazonal, alcançou 1,1%, e, em relaçãoao mesmo trimestre do ano anterior, cresceu 3,8%.

PIB cresce 5,4% e chega a R$ 2,6 trilhões em 2007

Segundo as informações apuradas pelas Contas Nacionais Trimestrais do IBGE 1, a taxa do PIB resultou da elevação de 4,8% do valor adicionado a preços básicos e de 9,1% nos impostos sobre produtos. O PIB per capita 2 cresceu 4,0% em termos reais, em relação a 2006, atingindo R$ 13.515,00.Agropecuária é a atividade de maior crescimento em 2007

O resultado do valor adicionado decorreu do desempenho da agropecuária (5,3%), indústria (4,9%) e serviços (4,7%). O crescimento da agropecuária deveu-se principalmente à lavoura, com destaque positivo para trigo (62,3%), algodão herbáceo (33,5%), milho em grão (20,9%), cana (13,2%) e soja (11,1%). Os produtos em queda foram café em grão(-16,7%), arroz em casca (-3,7%) e feijão (-4,4%).

Em 2008, PIB cresceu 5,1% e chegou a R$ 2,9 trilhões

Em relação ao terceiro trimestre de 2008, o PIB caiu 3,6%, o maior recuo da série iniciada em 1996. Já o PIB per capita cresceu 4,0% em relação a 2007 e atingiu R$ 15.240,00. A taxa de investimento de 2008 chegou a 19,0% e foi a mais alta da série iniciada em 2000.
Agropecuária foi aatividade com maior crescimento em 2008
O resultado do Valor Adicionado acumulado nos quatro trimestres de 2008 decorreu do desempenho dos três setores que o compõem: Agropecuária (5,8%), Serviços (4,8%) e Indústria (4,3%). A taxa de crescimento da Agropecuária no ano de 2008 foi da ordem de 5,8%, com destaque para o desempenho da lavoura. Os destaques positivos na produção agrícola do ano foram:trigo (47,5%), café em grão (25,0%), cana (19,2%), milho em grão (13,3%), arroz (9,7%), feijão (5,0%) e soja (3,4%). Já os negativos, destacam-se: fumo (-6,9%), algodão herbáceo (-2,4) e mandioca (-1,3%).

Dentre os subsetores da indústria, a maior alta foi a da indústria da transformação (5,1%), seguida pela construção civil e por eletricidade e gás, água, esgoto e limpeza urbana, cada um deles comcrescimento de 5,0%. A indústria extrativa registrou elevação de 3,0%.
As maiores elevações nos serviços foram nos subsetores intermediação financeira e seguros (13,0%), serviços de informação (8,0%) e comércio (7,6%). Também cresceram transporte, armazenagem e correio (4,8%), serviços imobiliários e aluguel (3,5%), outros serviços (2,3%), administração, saúde e educação pública (0,9%)....
tracking img