Análise do livro didático: a questão agrária e fundiária

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1030 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
ANÁLISE DO LIVRO DIDÁTICO
Autora: Fátima Maria Salamim Fonseca Spanghero fasalamim@hotmail.com

TÍTULO: Geografia: Geografia geral e do Brasil. Volume Único.

AUTORES:
LÚCIA MARINA ALVES DE ALMEIDA: Bacharel e licenciada em Geografia - PUC – SP. Professora do Ensino Médio das redes públicas e particulares do estado de São Paulo.

TÉRCIO BARBOSARIGOLIN: Bacharel e licenciado em História pela USP- SP. Professor de geografia do Ensino Médio das redes públicas e particulares do estado de São Paulo.

ILUSTRADORES:
Ingeborg Asbach
Luís A. Moura.

EDIÇÃO: 2ª
ANO: 2008
EDITORA: Ática – São Paulo – SP

Na obra os autores disponibilizam os conteúdos em unidades. Unidade I : Fronteiras Naturais: A questão ambiental; Unidade II:Fronteiras Políticas: O Estado-Nação; Unidade III: Fronteiras Humanas: A população do Brasil e do mundo; Unidade IV: Fronteiras Econômicas: As marcas das desigualdades; Unidade V: Fronteiras Tecnológicas: Progresso e exclusão; Unidade VI: Fronteiras Supranacionais: Um novo poder. Os conteúdos estão organizados de forma integrada e intimamente relacionados ao físico e o humano, o local e o global.
Cadaunidade aborda uma fronteira entre as muitas que marcam o espaço geográfico. Os autores pretendem mostrar, que mesmo em um mundo globalizado, encontram-se inúmeros contrastes e desigualdades.
Em relação ao tema Espaço Rural e Agrário, a obra dispensa, para nossa surpresa, dois pequenos capítulos apresentando aspectos fundamentais em relação ao tema. O capítulo 48 trata-se dos estudos sobre “Aagricultura e Pecuária e os Sistemas Agrários” e o capítulo seguinte trata-se sobre a “Agricultura e a Pecuária no Brasil: estrutura fundiária”. O livro em relação ao tema citado é composto de mapas, gráficos, questões propostas no fim de cada capítulo, “atividades interdisciplinares” (fazendo paralelo com História geral e do Brasil, nesta proposta o professor de geografia caminha sozinho, sem ajuda doprofessor de história, pois pouco se encontram), análise de fragmentos de textos que contêm informações mais atualizadas sobre o assunto tratado, leitura obrigatória que exige uma reflexão mais profunda em relação ao tema, contexto e aplicação que estabelece uma relação entre o assunto estudado e o cotidiano do aluno.
O ponto positivo identificado neste livro, é o fato de trazer temas sobre aestrutura fundiária, reforma agrária e a relação campo e cidade, dando ênfase a agricultura brasileira após o processo de industrialização, destacando os principais produtos agrícolas produzidos no Brasil.
Sobre o tema citado acima, a obra informa através de uma leitura clara como as propriedades rurais estão distribuídas, segundo suas dimensões e o predomínio de grandes propriedades, prosseguindocom informações esclarecedoras sobre a Lei de Terras, promulgada em 1850, deixando perceptível qual era na verdade o principal objetivo dessa lei. Logo em seguida, o texto informa sobre o Estatuto da Terra de 1964, descrevendo com clareza os principais pontos e ricamente expondo alguns itens importantes deste documento. Ainda sobre o tema, o livro vem recheado de textos complementares sobre osgrandes problemas envolvendo o campo, como a estrutura fundiária marcada pela concentração de terras, pelos conflitos armados, as relações desiguais de trabalho, a luta e a demanda pela terra e a multiplicação dos assentamentos rurais no Brasil (este último, falado superficialmente sem muito aprofundamento e os autores fazem menção as relações e as tensões no campo se referindo a uma “entidade”, quelogo em seguida entende-se que se trata do MST).
Na leitura subsequente do livro, não foi observado, ou melhor, detectado nenhum erro conceitual e de informações, porém, possui poucas atividades que possam estimular a criatividade do alunado e quase ou nenhuma ilustração contextualizada referente ao tema ou mesmo referindo-se aos problemas existentes no estado da Bahia e na região nordeste....
tracking img