Análise do indicador produto interno bruto (pib)

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1189 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Análise do indicador Produto Interno Bruto (PIB)

O padrão de vida das nações ao redor do mundo é bastante desigual. O PIB (Produto Interno Bruto) representa a capacidade de produção de bens e serviços em uma sociedade. O Banco Mundial define o PIB da seguinte forma: “indicador econômico que representa a soma dos valores de todos os bens e serviços finais produzidos por uma região (quer seja,município, estado, país), em determinado período (mês, trimestre, ano, etc)”. Dessa forma, o PIB de um país é utilizado para avaliar o padrão de vida da sociedade, pois mensura a disponibilidade de bens e serviços a serem utilizados por ela.
O PIB nominal do mundo em 2009 foi de, aproximadamente, 57,4 trilhões de dólares (Fundo Monetário Internacional - FMI). A União Européia possuía um PIB de16,45, correspondendo a cerca de 28,39% do PIB mundial. Aproximadamente, um quarto PIB mundial, precisamente 24,61 %, foi produzido pelos Estados Unidos (14,26 trilhões de dólares), seguido pelo Japão, China, Alemanha, França, Reino Unido, e Itália, com valores de 5,07, 4,91, 3,36, 2,67, 2,19 e 2,12%, respectivamente, do PIB nominal do mundo. O Brasil possui o 8º maior PIB mundial comaproximadamente 1,57 trilhões de dólares, correspondendo a 2,72 % da riqueza produzida no planeta. Como se percebe, a distribuição da riqueza e o padrão de vida são, significativamente, desiguais. Apenas 10 países possuem 67,21% do valor dos bens e serviços produzidos no mundo. Somente a União Européia e os Estados Unidos possuem juntos 52,99% da riqueza mundial.
Apesar do PIB ser uma medida clara eadequada para medir a produção de um país ela não se mostra tão apropriada quando se deseja medir com precisão o nível de vida de uma nação. Assim, surgem outras medidas para tal fim, como a renda per capita e o IDH, dentre outras.
O PIB per capita corresponde ao valor que cada habitante receberia caso o PIB fosse dividido igualmente entre toda a população. O PIB per capita é uma medida mais adequadaque o PIB, para medir o padrão de vida, pois considera a disponibilidade de bens e serviços que, em média, cada pessoa do país teria ao seu dispor.
A maior renda per capita nominal do mundo é a de Luxemburgo com 104.512 dólares por ano, seguido de Noruega, Qatar, Suíça, Dinamarca, Irlanda, Holanda, e Emirados Árabes Unidos e Qatar, com 79.085, 68.872, 67.560, 56.115, 51.356, 48.223 e 46.857dólares, respectivamente. O Brasil ocupa o número 60 no ranking dos países com maiores rendas per capita. Como se observa, os países com maiores rendas per captas não são aqueles com maiores PIBs. Assim, um país pode ter um alto padrão de vida com um pequeno PIB, desde que sua população também seja pequena (Luxemburgo possui 69º PIB, por exemplo, e a maior renda per capita). Da mesma forma, um paíspode ter um PIB enorme como a Índia e o Brasil (11º e 8º maiores, respectivamente), e possuir um PIB per capita muito baixo (139 e 60 para a Índia e Brasil, respectivamente).
Uma medida mais abrangente de padrão de vida é o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), que considera os seguintes quesitos: renda per capita, grau de escolaridade e expectativa de vida da população. A escala varia de 0 a 1.Quanto mais próximo de 1, melhor é a qualidade de vida da população. Este índice reflete melhor a qualidade de vida uma vez que considera, dentre outras coisas, acesso a bens e serviços, escolaridade, infra-estrutura básica (esgoto, água etc), saúde etc. Países com IDH até 0,499 têm desenvolvimento humano considerado baixo. Aqueles com índices entre 0,500 e 0,799 são classificados como tendo médiodesenvolvimento humano, e os com IDH superior a 0,800 têm alto desenvolvimento humano.
Os países que possuíam maiores IDHs em 2009 eram Noruega, Austrália, Islândia, Canadá e Irlanda com valores de 0,971, 0,970, 0,969, 0,966 e 0,965, respectivamente. O Brasil apresenta um IDH de 0,813 (75º posição no ranking) e a Argentina de 0,866 (49ª posição no ranking mundial).

Fonte: Fundo Monetário...
tracking img