Análise do anúncio de capricho: simbologia e ideologia do capitalismo na publicidade da revista

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5497 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Análise do anúncio dE Capricho: simbologia e ideologia do capitalismo na publicidade da revista


orientador: PROFª. DRª. Níncia Cecília Ribas Borges TeixeiraCriado[1]
Maria Clara Rocha Malheiros[2]
RESUMO: O presente artigo tem por objetivo analisar a imagem elaborada em um anúncio da Revista Capricho publicado na Revista Contigo, edição 1602, de vinte e dois de junho de dois mil e seis.Para isso, recorre aos estudos realizados nas áreas da Semiótica, da Linguagem publicitária e da Mídia, com o propósito de entender de que maneira o anúncio, como um todo, representa a ideologia capitalista da revista Capricho, esmiuçando seu conteúdo simbólico. Ao longo do artigo, serão discutidos os valores ideológicos presentes na publicação, e na imagem do anúncio, e sua pertinência quanto aopúblico leitor de Capricho.

PALAVRAS-CHAVE: símbolos, Revista Capricho, publicidade, capitalismo.

1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS

A revista Capricho é uma publicação direcionada ao público infanto-juvenil feminino, com expressiva tiragem na imprensa brasileira, e que investe de maneira massiva em publicidade. No mencionado anúncio, apresenta-se uma imagem muito significativa em termos de estudo designo e de ideologia do capitalismo. A imagem analisada relaciona-se à identidade da adolescente feminina brasileira, da qual a revista considera-se entendedora e auxiliadora de sua construção. Acredita-se que a imagem do anúncio é a síntese de toda a ideologia da revista, porém, mostra-se incoerente com a realidade das leitoras de Capricho.
O objetivo deste artigo é analisar a construçãosimbólica do anúncio, e inseri-la no contexto editorial da publicação. O trabalho adotará como metodologia a pesquisa bibliográfica, com consultas a livros, revistas e sites especializados, com o respaldo teórico da semiótica de Charles Sanders Peirce, dos estudos de linguagem publicitária de João Anzanello Carrascoza, e dos estudos midiáticos de Douglas Kellner.
As pesquisas semióticas de Peirce, bemcomo as do posterior a ele John Deely, e do estudioso contemporâneo Emílio Soares Ribeiro, embasarão a teoria semiótica, tratando da questão dos signos, e mais adiante, dos símbolos. Como o próprio Peirce comenta (2008, p. 71): “Um símbolo é um Representâmen cujo caráter representativo consiste exatamente em ser uma regra que determinará seu Interpretante. Todas as palavras, frases, livros eoutros signos convencionais são Símbolos”.
Voltando-se para o contexto da publicidade, será analisada a linguagem publicitária empregada no anúncio, por meio dos estudos do redator publicitário João Anzanello Carrascoza.
A questão da identidade nas sociedades pós-modernas e capitalistas será abordada, bem como o papel da mídia nesse assunto. E a análise à cerca disso será embasada nos estudos dofilósofo Douglas Kellner.
O artigo elaborado será importante para entender a construção simbólica utilizada pela revista Capricho em sua publicidade, e de que forma essa simbologia exerce influência na formação da identidade da adolescente brasileira. Auxiliará ainda na percepção do seu conteúdo capitalista explícito e implícito.

2. PRESSUPOSTOS TEÓRICOS
Dentre os diversos meios decomunicação consumidos pelas adolescentes brasileiras, as revistas apresentam uma considerável participação de mercado. Publicações como Capricho, Todateen e Atrevida seguem linhas editoriais similares, em termos de posicionamento e conteúdos abordados. E entre todas as revistas do gênero infanto-juvenil feminino, Capricho é a que apresenta maior vendagem.
Trata-se de uma revista com cinquenta eoito anos de historia. Iniciada como revista de foto-novela, e, posteriormente, transformada em periódico de variedades para adolescentes, seu sucesso junto ao referido público é grandioso. Os estudos de Adaci da Silva e Bruna Bacalgini apontam que (SILVA E BACALGINI, 2008, p.8-9) “[...] As edições atuais são divididas entre os seguintes temas: entrevistas com famosos, moda, beleza, corpo e...
tracking img