Análise crítica do filme anjos do sol

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1297 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Análise Crítica do filme Anjos do Sol apresentado à disciplina de Supervisão de Estágio 4
do Curso de Serviço Social do Centro Universitário Ítalo Brasileiro.

Rosangela de Brito – Serviço Social 7º Semestre –

São Paulo
Setembro - 2011
O filme conta a história da menina Maria, que e vendida pelos seu pais a um recrutador de prostitutas, imaginando que a garota estaria indo viver em umlocal melhor que vivia, pois não sabiam do que se tratava exatamente. Depois Anjos do Sol conta a história da menina chamada Maria, de quase doze anos, que é vendida pela família, que vive no interior do nordeste brasileiro, a um recrutador de prostitutas. imaginando que a garota estaria indo viver em um local melhor que vivia, pois não sabiam que do se tratava exatamente.Ao ser comprada emum leilão de meninas virgens, Maria é enviada para leilões de menores virgens para comerciantes, empresários e deputados. Maria e outras vão parar num bordel que fica no meio de um garimpo, na Bahia. Lá ela é forçada a entrar num mundo onde os únicos anseios são o dinheiro e a realização das fantasias sexuais de alguns homens, Maria com a doçura e a inocência de um anjo sente a dor em seu corpo deixadapela brutalidade masculina e em seu emocional, por cair profundamente numa solidão sufocante, tão escura e fria quanto o coração dos homens que a abusam.
Após meses sofrendo, Maria consegue fugir e atravessa o Brasil na carona de caminhões. Ao chegar ao seu novo destino, o Rio de Janeiro, a prostituição se coloca novamente no seu caminho e suas atitudes, frente aos novos desafios, se tornaminesperadas e surpreendentes.

Reflexão

Anjos do Sol nos leva a refletir o que está acontecendo com muitas crianças e adolescentes, infelizmente e a triste realidade do nosso país. Sabemos que são crianças vitimas de abusos e que tem seus direitos amparados pelo ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) completamente violados, e essas meninas não são prostitutas, são vitimas da exploração sexual esão portadoras de direitos.Este excelente filme, deixa claro a fragilidade da nossa péssima justiça que fecha os olhos para um crime tão grave. A vulnerabilidade social das vítimas e a impunidade como responsáveis da perpetuação deste crime contra humanidade são muito bem apresentadas no filme. Lamentavelmente, o filme foi baseado em fatos reais. Percebe-se também, que as autoridades locais vêemtudo e finge não ver nada. Além do agente de saúde que vai até a casa vê que as meninas são exploradas sexualmente, ficando exposta a várias doenças, ainda assim, não comunica aos órgãos responsáveis. Enfim, tratava-se de uma família numerosa muito pobre que vivia numa comunidade do interior do nordeste brasileiro. A comunidade tinha poucas ligações com o mundo envolvente e não dispunha decondições de salubridade e de recursos educativos. Acabam por ser aspectos importantes, porque colocaram as famílias numa situação de vulnerabilidade muito forte face a este tipo de redes de tráfico de pessoas. A família desconhecia ser essa a função da pessoa, uma vez que a mesma se apresentava como sendo um intermediador de meninas para irem trabalhar como domésticas em famílias com mais posses. Naexpectativa de oferecerem melhores condições de vida às filhas, as famílias acabavam por as lançar suas filhas num autêntico inferno.
Não era a primeira vez que a família vendia uma filha. Na perspectiva da família, era uma forma de dar uma oportunidade às filhas e dar melhores condições de vida à própria família. É uma situação que contrasta com o paradigma vigente nas sociedades mais desenvolvidas,em que a natalidade é cada vez mais vista como um custo. Mas naquela comunidade e, em particular, naquela família, as crianças eram vistas como uma forma de obter rendimento.
Um paradigma que vigorou durante muitos séculos em todo o mundo, contribuindo para a existência de linhagens de descendência mais extensas.
O Estado precisa parar de se eximir de suas funções e fazer...
tracking img