Amp. op

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2661 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
CAPÍTULO 7

Amplificador Operacional

7.1

INTRODUÇÃO

Os amplificadores operacionais são dispositivos extremamente versáteis com uma imensa
gama de aplicações em toda a eletrônica.
Os amplificadores operacionais são amplificadores de acoplamento direto, de alto ganho,
que usam realimentação para controle de suas características. Eles são hoje encarados como
um componente, um blocofundamental na construção de circuitos analógicos. Internamente,
são constituídos de amplificadores transistorizados em conexão série. Externamente, são
geralmente representados pelo símbolo,

e1

-

e2

+

es

Fig. 1 Símbolo de um amplificador operacional

em que convencionalmente só entradas e saídas aparecem e não as conexões das fontes de
alimentação.

Os amplificadoresoperacionais são usados em amplificação, controle, geração de formas
de onda senoidais ou não em freqüências desde C.C. ate vários Megahertz. Com emprego na
realização das funções clássicas matemáticas como adição, subtração, multiplicação, divisão,
integração e diferenciação, os amplificadores operacionais são os elementos básicos dos
computadores analógicos. São úteis ainda em inúmeras aplicaçõesem instrumentação,
sistemas de controle, sistemas de regulação de tensão e corrente, processamento de sinais,
etc.

7.2

AMPLIFICADOR OPERACIONAL IDEAL

As propriedades de um circuito amplificador operacional ideal são:
a) ganho de tensão diferencial infinito
b) ganho de tensão de modo comum igual a zero
c) tensão de saída nula para tensão de entrada igual a zero
d) impedância deentrada infinita
e) impedância de saída igual a zero
f) faixa de passagem infinita
g) deslocamento de fase igual a zero
h) deriva nula da tensão de saída para variações de temperatura
Na prática, as limitações dos amplificadores operacionais são muitas, ocorrendo, entretanto,
um contínuo aperfeiçoamento das características dos mesmos pelos seus fabricantes.
7.3

AMPLIFICADOR OPERACIONAL REALAlgumas considerações
Ganho de tensão - Normalmente chamado de ganho de malha aberta, medido em C.C.(ou em
freqüências muito baixas), é definido como a relação da variação da tensão de saída para uma
dada variação da tensão de entrada. Este parâmetro, notado como A ou Avo, tem seus
valores reais que vão desde alguns poucos milhares até cerca de cem milhões em
amplificadores operacionaissofisticados. Normalmente, Av0 é o ganho de tensão diferencial
em C.C.. O ganho de modo comum é, em condições normais, extremamente pequeno.
Tensão de "offset" - A saída de um amplificador operacional ideal é nula quando suas
entradas estão em curto circuito. Nos amplificadores reais, devido principalmente a um
casamento imperfeito dos dispositivos de entrada, normalmente diferencial, a saída doamplificador operacional pode ser diferente de zero quando ambas entradas estão no
potencial zero. Significa dizer que há uma tensão C.C. equivalente, na entrada, chamada de
tensão de "offset". O valor da tensão de "offset" nos amplificadores comerciais estão situado
na faixa de 1 a 100 mV. Os componentes comerciais são normalmente dotados de entradas
para ajuste da tensão de "offset".Corrente de "offset" - O amplificador operacional ideal apresenta impedância de entrada
infinita. Os amplificadores operacionais reais, entretanto, apresentam correntes C.C. de
polarização em suas entradas. Essas correntes são, geralmente devidas às correntes de base
dos transistores bipolares de entrada do amplificador operacional ou ainda correntes de fuga
da porta do transistor de efeito decampo em amplificadores dotados de FETs à entrada.
Como, na prática, os dispositivos simétricos de entrada não são absolutamente iguais, as duas

Cap.7-2 - Amplificadores Operacionais

Eletrônica Experimental

correntes de entrada são sempre ligeiramente diferentes. A diferença dessas correntes é
chamada de corrente de "offset" de entrada.
Faixas de passagem - Existem várias maneiras de...
tracking img