Amostragem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1176 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Federal do Maranhão – UFMA
Centro de Ciências Sociais, Saúde e Tecnologia – CCSST.
-------------------------------------------------
Curso de Engenharia de Alimentos

Professor: José de Ribamar
Disciplina: Química Analítica Qualitativa
Período: 2011.2
Alunos: Aline Kelma, Joyce Farias e Wallaff Sammk.Amostragem





IMPERATRIZ-MA
2011
1. INTRODUÇÃO
Numa amostragem deve-se sempre considerar que não existe o lote homogêneo, caso existisse, não haveria necessidade analítica ou ainda, nem discutiríamos as reações e interações da química. Partindo-se deste raciocínio, a amostra sempre será heterogênea. Seguindo a mesma linha de raciocínio, se a amostra não éhomogênea, torna-se impossível retirar uma alíquota que signifique o universo amostral, ou seja, impossível obtermos uma amostra significativa. Considerando então a heterogeneidade, o máximo que podemos imaginar sobre uma amostra é tê-la como representativa do universo amostral.
Para conceituar a amostragem, podemos partir do pressuposto de que se trata da operação da coleta de uma amostrarepresentativa para análise. Podemos também enquadrá-la como sendo um processo no qual uma coleta será de uma porção representativa de um lote heterogêneo, ou seja, que represente a totalidade do material de interesse para que seja realizada a análise.
Mesmo considerando que foi coletada a melhor amostra representativa, sempre haverá necessidade de um grau de preparação dessa amostra para torná-ladisponível analiticamente.
Vários aspectos devem ser considerados na amostragem: o amostrador, quanto amostrar, a concentração a ser analisada, o produto a ser analisado, como amostrar, as técnicas e tecnologias envolvidas e a validação. (LEITE)
Na preparação física as amostras podem sofrer secagem, homogeneização, quarteamento, peneiramento e cominuição. O esquema geral de preparação física dasamostras depende do objetivo do estudo e do tipo de análises a que este vai ser submetido. No caso o quarteamento que é processo de redução da amostra bruta à pequenas porções representativas da amostra inicial, nos propicia a analise de todo o universo sem a necessidade da utilização de toda a amostra.
Este método pode dar origem a erros consideráveis, sobretudo se a amostra é constituída porpartículas de densidades muito diferentes. De fato as partículas mais densas tendem a rolar para a base do cone, não se distribuindo igualmente. Nota-se que antes de se proceder ao quarteamento as amostras devem ser convenientemente homogeneizadas. (Neves,2008)
O refratômetro é um instrumento simples que pode ser usado para medir concentrações de soluções aquosas, consumindo apenas umas poucas gotas dasolução. Sua aplicação estende-se pelas áreas de alimentos, agricultura, química e em industrias de manufaturados.
O fundamento da refratometria é bem simples. Quando uma luz penetra num liquido ela muda de direção; isto é chamado de refração. O ângulo de refração, medido em graus, indica à mudança de direção do feixe de luz. Um refratômetro obtém e transforma os ângulos de refração em valores deíndices de refração (nD).
O índice de refração é uma propriedade física importante de sólidos, líquidos e gases. A medida de índice de refração pode ser usada para determinar a concentração de uma solução pois o índice de refração dela varia com a concentração.
A escala Brix é calibrada pelo número de gramas de açúcar contidos em 100 g de solução. Quando se mede o índice de refração de uma soluçãode açúcar, a leitura em percentagem de Brix deve combinar com a concentração real de açúcar na solução. As escalas em percentagem de Brix, apresentam as concentrações percentuais dos sólidos solúveis contidos em uma amostra (solução com água). Os sólidos solúveis contidos é o total de todos os sólidos dissolvidos na água, começando com açúcar, sais, proteínas, ácidos, entre outros. A leitura...
tracking img