Amor

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1064 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Nó...


A última coisa que você ainda tinha de mim, sinto que ontem foi tudo jogado pela janela. Creio que sua intenção era jogar meu nome e o amor que sente por mim, mas foi só o meu nome. As vezes eu acho que você um dia esquece e o amor vai acabar indo também, mas por enquanto eu continuarei irritantemente guardada em você e você em mim. Mesmo quando o que me resta de você são só as minhaslembranças e as músicas que você dizia que eram nossas.

Eu sei que parece birra de menina boba. Você vai dizer que continuo a mesma infantil de sempre. É besteira e eu já devia ter entendido que você anda querendo me tirar da sua vida. Quem é que continua sofrendo pelo mesmo cara depois de tanto tempo, não é? Você deve pensar aí do seu canto que é só mais um dos meus defeitos, essa mania denão desapegar de ser carente demais. Eu não quero tentar me defender, falar nada, nem te contrariar, porque devo ser muito boba mesmo.

Mas você ainda lembra que eu era a sua menina, a sua gamer dahora?

Não consigo aceitar que hoje, ou algum dia você ande por aí como se nós nunca tivéssemos nos amado. Não consigo aceitar que passe por nossas lembranças, batido, como se não tivesse significadotudo o que significou. Me ensina aí como é que faz para deixar pra trás uma história inteira e seguir em frente, virar a página, essas coisas que todo mundo continua repetindo que eu tenho que fazer. Não te culpo por nada não, nem por ter ou estar me superando, eu só queria saber como você fez isso quando dizia que queria se casar comigo.

Escuta, eu queria te dizer que não se diz para alguémque ela é a pessoa mais importante de todas e depois a trata como se ela tivesse sido uma mera desconhecida na sua vida ou algo que serviu para levar outra coisa embora. Não fala de mim por aí como se eu tivesse sido uma qualquer, ou como se tudo tivesse sido a pior coisa do mundo. Não me obrigue a destruir o que existe de você em mim. Nem finge que não resta mais nada de mim em você.

Por maisque você tente fingir que eu não sou ninguém, que nós não fomos nada, eu ainda sei que você ama comida japonesa. Eu ainda sei que você adora quando te dou beijos carinhosos no pescoço. E ainda sei que quando você faz um monte de besteiras ou está estressado gosta de relaxar um pouco jogando vídeo game ou simplesmente vendo coisas bobas na internet . Eu te conheço, você pode até fingir que não. Vocêcontinua sabendo todos os meus sonhos. Eu não mudei tanto assim. Eu continuo odiando calor, pessoas falsas e bife de fígado. E continuo amando você. Por mais irônico que isso possa parecer.

Engraçado. Você apareceu na minha vida exatamente quando eu queria desaparecer. De repente me achei no direito de levar suas dores todas embora , eu te olhei de longe e achei que poderia ser um ótimo pontofinal pra tudo e um novo começo para nós. Nós nos envolvemos e eu aos poucos fui te conhecendo. Decorando suas pintas e segredos. Seria hipocrisia você dizer que não nos comparava em nenhum momento, e eu também inconscientemente te comparava com cada segundo do meu pequeno passado. Mas era diferente. Você realmente se importava com os detalhes, e eu me importava com você. E isso era tão assustadorque eu tinha vontade de ficar debaixo do edredom pra sempre brincando de fugir da realidade. Mas amanhecia e ela sempre voltava.

Naquela época você estava quebrado no chão e eu juntei aos poucos cada pedacinho da sua alma. Não criei expectativas, no início. Fui te montando e deixando você me montar, me moldar, me abraçar. As pessoas diziam que nós fomos feitos um para o outro. Aquilo não faziao menor sentido, mas eu adorava quando seu nome aparecia na tela do meu celular ou no meu computador.
Ficar por perto era como dormir sem escovar os dentes. Eu gostava do risco, me sentia feliz, sentia que te fazia feliz.
Eu rezava para todos os fantasmas pararem de me atormentar. Fechava os olhos e morria de medo de alguma coisa sair do meu controle.

Porque diabos a ordem cronológica dos...
tracking img