Amor

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (439 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Amor, de Michael Haneke

Amour, filme vencedor de Palma de Ouro de 2012, em Cannes, é barra pesada. Não é violento no sentido convencional, da violência explícita, ou mesmo sexual, mas funcionacomo um punhal, que acerta em cheio o ponto vulnerável do seu espectador.
É uma tragédia moderna, adaptada ao mundo de hoje; totalmente diferente das tragédias gregas, essas narrativas que nosacompanham à gerações, e que são sempre reatualizadas no sentido de uma compreensão da alma humana. De acordo com Holderlin, romantico alemão e famoso tradutor das peças de Sófocles, a tragédia modernanão é aquela cuja a palavra mata, ou dá o poder de matar; mas é onde a morte vai se apoderando aos poucos, uma morte anunciada.
Realmente, a história de um casal idoso, que mora em um confortávelapartamento em Paris, cuja relação de amor é alterada de forma abrupta por um AVC (acidente vascular cerebral) sofrido pela esposa, é algo radical. Em planos tediosos, com a câmera parada, vemos odesenvolvimento da doença na professora de piano Anne (Emmanuelle Riva), que é cuidada pelo apaixonado marido Georges (Jean-Louis Trintignant em uma atuação brilhante). Ela vai ficando cada vez maisdepauperada, desesperando mais e mais seu companheiro e sua filha Eva (a sempre boa Isabelle Hupert).
A sensação que fica é de que esse filme, apesar de praticamente insuportável, precisava ser feito.Ele mostra o horror pelo que passam as pessoas doentes, que perdem a qualidade de vida. Estas doenças que acometem o cérebro, muitas vêzes transformam as pessoas da forma mais radical possível.
Ointeressante é que o filme não possui um final explicado, e nesse sentido fica aberto para interpretações: é um trunfo do diretor do belo A Fita Branca e da Professora de Piano, filmes vigorosos e quetransmitem um horror íntimo, absolutamente desconfortável. Esse Amour é ainda mais desagradável, mostrando o fim decadente que pode acometer a todos nós. E ao mesmo tempo vemos o amor, que guia os...
tracking img