Amor de capitu

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3133 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ISSN: 1983-8379

Amor de Capitu: Um ensaio crítico e comparativo do romance de Fernando Sabino Marcos Roberto Teixeira de Andrade

RESUMO: O objetivo do presente trabalho é realizar uma análise crítica e comparativa entre os romances Amor de Capitu, de Fernando Sabino, e Dom Casmurro, de Machado de Assis. Sabino, ao abolir a narrativa em primeira pessoa do romance machadiano e assumir umanarrativa em terceira pessoa, terá consolidado alguma mudança substancial em relação ao texto machadiano? Palavras-chave: Fernando Sabino; Machado de Assis; Narrador.

A tarde era de novembro. O ano: 1857. Um adolescente de 15 anos de idade, ainda “virgem de mulheres” mas íntimo do latim, resolve entrar na sala de visitas da sua casa, onde sua família estava reunida; ao ouvir o seu nome, esconde-seatrás da porta. Inocente que era, não poderia imaginar que receberia naquele momento uma revelação que mudaria o rumo de sua vida. Naquela sala de visitas estavam: D. Glória, sua mãe; D. Justina, sua prima em segundo grau; Cosme, seu tio – irmão de sua mãe; e uma figura principal, apesar de agregado à família: José Dias. Fora esse mesmo José Dias que pronunciara seu nome: ele lembrava à D. Glóriasua intenção de tornar o filho padre. Se ela ainda pretendia cumprir sua promessa, urgia mobilizá-la, pois já agora poderia haver uma dificuldade. D. Glória indaga dessa dificuldade. José Dias, calculista que era, reflete bem antes de responder. Por fim declara que tem notado a crescente intimidade do jovem Bentinho, seu filho, com Capitu, sua vizinha. Isso poderia resultar em namoro,dificultando o ingresso de Bentinho no seminário. Bentinho atordoa-se. Até então, não parara para pensar que seu real sentimento pela vizinha superava a amizade. Como que picado por uma sensação desconhecida, desperta para uma nova realidade em sua vida: a realidade do amor. E é a partir dessa descoberta, desse despertar operado naquela tarde de novembro de 1857 que se desenrola o fio desse drama existencialmachadiano – tecido em Dom Casmurro. O mito de Capitu está sob o signo de um mundo desconhecido: assim como intimida pelo incógnito, atrai pelo universo possível que encerra. A crítica literária do
Doutorando em Estudos Literários pela UFJF/Bolsista FAPEMIG (marcostorga@yahoo.com).
DARANDINA revisteletrônica – Programa de Pós-Graduação em Letras / UFJF – volume 1 – número 2

1

ISSN:1983-8379

século XX tem-no mantido constantemente sob sua alça de mira. Os “olhos de ressaca” da mais sedutora e inquietante personagem machadiana ainda devoram e atordoam. Diversas interpretações estudam as possibilidades de Dom Casmurro. Explora-se-lhe como a uma mina inesgotável. E uma das mais recentes tentativas foi empreendida por Fernando Sabino, na sua “recriação” (?) literária intituladaAmor de Capitu. Nela, o autor elimina a narrativa subjetiva de Bentinho e recria-a em terceira pessoa – embora centralizada na visão do próprio Bentinho. Assim, neste ensaio, será tentada uma aproximação crítica e comparativa entre os dois romances – Dom Casmurro e Amor de Capitu. Veremos a proposta de ambos. Sabendo que a principal diferença encontra-se na figura do narrador, vejamos, antes, algumateoria sobre esse ponto. Segundo Norman Friedman (1989), para se compreender e interpretar bem uma obra literária, dentre outros fatores, importa conhecer a figura do narrador. É interessante saber quem está nos contando a história em questão: se se trata de um narrador em primeira ou terceira pessoa, se é um narrador personagem, qual a posição do narrador em relação à história, o modo como onarrador se comunica com o leitor, o ângulo de visão que ele oferece ao leitor. Dentre outras categorias, Friedman trabalha com quatro principais. A primeira refere-se ao Autor Onisciente Intruso (Editorial Omniscience): é o tipo de narrador que tem liberdade para narrar à vontade, para colocar-se acima, na periferia, no centro ou de frente aos acontecimentos. Comunica-se com o leitor através de...
tracking img