America latina

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5431 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
am
A Geografia no Ensino Básico frente aos novos cenários rurais e urbanos na América Latina


Ronaldo Goulart Duarte
Universidade do Estado do Rio de Janeiro
duarte.rg@gmail.com


Palavras-chave: Espaço Urbano; Espaço Rural; Ensino de Geografia






Introdução


A relação existente entre a ciência geográfica e a disciplina escolar correspondente é suficientementecomplexa para abranger o par dialógico unidade-diversidade. Neste sentido, concordamos com CAVALCANTI (2000, p.9) quando afirma que:


“A ciência geográfica constitui-se de teorias, conceitos e métodos referentes à problemática de seu objeto de investigação. A matéria de ensino geografia corresponde ao conjunto de saberes dessa ciência e de outras que não tem lugar no ensinofundamental e médio como astronomia, economia, geologia, convertidos em conteúdos escolares a partir de uma seleção e de uma organização daqueles conhecimentos e procedimentos tidos como necessários à educação geral”.


Essa faceta da geografia escolar resulta no constante desafio proposto aos educadores da disciplina. Trata-se de manter o permanente diálogo com a ciência geográfica (o que jáabarca as interações dessa ciência com outros campos do conhecimento) e ser capaz de fazer a necessária transposição didática de seus conteúdos, à luz das contribuições das ciências da educação.
Foi essa a preocupação que nos impeliu a escrever o presente trabalho, motivado pela constatação de que muitos livros didáticos de geografia não incorporaram boa parte das discussões mais recentesacerca das transformações ocorridas nos espaços rural e urbano, particularmente no que tange às relações socioespaciais entre ambos. Disso resultam distorções conceituais e equívocos quanto à natureza de diversos fenômenos fundamentais para a compreensão do espaço geográfico contemporâneo.
O objetivo central deste trabalho é o de discutir as definições de espaço urbano e espaço rural, assim comoas interações entre ambos, especialmente no Brasil, confrontando-as com as concepções mais atuais, de modo a enriquecer sua abordagem no Ensino Básico[1], especialmente no Fundamental, e minorar as distorções encontradas em muitos livros didáticos da disciplina.






A discussão acerca das definições que buscam diferenciar espaço urbano e espaço rural e as atuais relaçõescidade-campo


Ainda que em um trabalho com escopo limitado, como é o caso deste artigo, seja temerário proceder a uma análise das abordagens teóricas sobre as relações campo-cidade, entendemos que é importante desenhar um quadro bastante sinótico das duas principais linhas que permearam a produção acadêmica acerca daquela interação nas últimas décadas.
Essa iniciativa nos permitirá melhorsubsidiar a crítica das concepções mais comuns sobre o assunto em tela, presentes nos livros didáticos de geografia, assim como sugerir encaminhamentos que ajudem a superar as limitações atualmente encontradas.
Ao nos debruçarmos sobre as definições referentes ao espaço urbano e ao espaço rural nos livros didáticos de geografia percebemos claramente a presença de um equívoco bastante comumque é o de confundir espaço rural com espaço agrário. Esse problema pode ser de alguma forma creditado à produção acadêmica sobre esse tema, conforme nos aponta Robert Chapuis, professor da Universidade de Borgonha em Dijon:


“A geografia rural tem sido essencialmente uma geografia agrária, aliás ela tornou-se sobretudo uma geografia agrícola, ao invés de tornar-se plenamente umageografia rural, levando em conta o conjunto das populações e das atividades do espaço rural e não mais somente o que tange à agricultura.” (CHAPUIS, 2005, p.147)


A crítica desenvolvida pelo referido autor não está focada no campo semântico, pelo menos no âmbito acadêmico. Há nítido discernimento entre a esfera da geografia rural (o estudo da organização do espaço rural) e o da geografia...
tracking img