Ambev

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1771 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
AmBev

A história da Companhia de Bebidas das Américas, a Ambev, nasceu em 1999, quando as centenárias Cervejaria Brahma e Companhia Antarctica anunciaram a decisão de juntar esforços.O surgimento da companhia impulsionou o setor de bebidas brasileiro, possibilitou a entrada no mercado de novas marcas  tanto da Ambev como da concorrência, ampliou o leque de produtos de qualidade a preçosacessíveis, incentivou o lançamento de inovações e mais que dobrou o nível de empregos e a geração de impostos.Na época da fusão, as duas empresas empregavam 16 mil pessoas. Atualmente, a Ambev tem mais de 40 mil funcionários, dos quais aproximadamente 26 mil só no Brasil. Sua cadeia produtiva emprega, de ponta a ponta, cerca de 6 milhões de pessoas. Hoje, mais de 100 profissionais brasileiros ocupamcargos de liderança em todas as operações da AB InBev no mundo (EUA, Europa, China, Rússia).
Brasil é hoje o melhor lugar para uma cervejaria atuar, diz AmBev!
Vendas no país representam 70% de todo volume vendido pela AmBev no mundo.
São Paulo - As vendas de cerveja e refrigerante no mercado nacional representam hoje 70% de todo volume vendido pela AmBev no mundo. A afirmação foi dada hoje(11/08) pelo vice-presidente financeiro e de relações com investidores da companhia, Nelson Jamel, durante a teleconferência de resultados do segundo trimestre.
Os outros 30% são divididos entre outros países, com destaque para Argentina, Canadá e Bolívia, disse o executivo. Esses resultados explicam porque o Brasil receberá 2 bilhões de reais dos 2,4 bilhões que serão investidos mundialmente pelaempresa este ano.
"Muitos fatores contribuem para esses resultados, como a melhora do poder aquisitivo dos brasileiros e o crescimento econômico do país", afirmou Jamel. "A indústria de bebidas por aqui cresce 10% ao ano, nível superior a maioria dos outros países".
Segundo o vice-presidente, o Brasil é hoje o terceiro maior mercado de cervejas do mundo, atrás apenas da China e Estados Unidos,respectivamente. "É importante ressaltar que a indústria na China é menor e, nos Estados Unidos, o mercado é maior, mas está estável", disse o executivo. "Para a indústria cervejeira não há melhor lugar do mundo para estar do que no Brasil".
Durante o segundo trimestre deste ano (2010), a AmBev registrou lucro líquido consolidado de 1,510 bilhão no segundo trimestre de 2010, volume 9,8% maior nacomparação com o mesmo período de 2009.Já o ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) teve alta de 1,7%, para 2,408 bilhões de reais. A margem foi de 42,4%, o equivalente a 1,9 ponto porcentual abaixo dos 44,3% do segundo trimestre de 2009.
A receita líquida da companhia somou 5,678 bilhões de reais, alta de 6,2% sobre os 5,348 bilhões de reais dos meses de abril a junho doano passado. Em volume, o crescimento foi de 8,3%, passando de 34,076 milhões de hectolitros para 36,896 milhões de hectolitros.
Em 30 de março de 2000, a Ambev recebeu aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica, o Cade. Alguns meses depois, em 15 de setembro, as ações da nova empresa começam a ser negociadas na Bolsa de Nova York.
Em novembro, enquanto adquiria a uruguaiaCerveceria y Malteria Paysandú (produtora da marca Norteña), a Ambev cumpria o termo de compromisso firmado com o Cade, vendendo para a canadense Molson a marca Bavaria e cinco fábricas: Ribeirão Preto (SP), Getúlio Vargas (RS), Camaçari (BA), Cuiabá (MT) e Manaus (AM).
No ano de 2001, apesar da era de incertezas simbolizada pelo 11 de setembro,  a Ambev alcançou as metas de curto prazo. Teve um EBITDA( Earnings before interest, taxes, depreciation and amortization) de R$ 1,99 bilhão, um lucro líquido recorde de R$ 784,6 milhões e um EVA de R$ 355 milhões.
Em 2002, novas alianças são anunciadas. A primeira com a Quilmes, maior cervejaria da Argentina, Bolívia, Paraguai e Uruguai, negócio que alçou a Ambev ao posto de terceira maior em operação comercial de bebidas do mundo, com 10 bilhões de...
tracking img