Alvenaria estrutural

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1433 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU
CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL



















alvenaria estrutural







FELIPE EMMENDÖRFER SCHEUER
RAFAEL KNISS
STEFFI CARQUEJA KLOTZ



















BLUMENAU
2012
FELIPE EMMENDÖRFER SCHEUER
RAFAEL KNISS
STEFFI CARQUEJA KLOTZ









alvenaria estruturalTRABALHO APRESENTADO PARA AVALIAÇÃO NA DISCIPLINA DE TECNOLOGIA DE PROCESSOS CONSTRUTIVOS DE ALVENARIA ESTRUTURAL DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DO CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS DA UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU.


Prof. Nilton Speranzini











BLUMENAU
2012
SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 1
2Dimensionamento das lajes 2
2.1 Laje 1 2
2.2 Laje 2 2
2.3 Laje 3 - Serviço 3
2.4 Laje 4 - Varanda 4
2.5 Laje Escada 4
2.6 Laje 6 6
2.7 Laje 7 7
2.8 Laje 8 7
2.9 Laje Cobertura 8
3 cargas 10
4 Detalhamento de todas as paredes 12

INTRODUÇÃO



A alvenaria estrutural é o processo construtivo mais antigo da construção civil, sendo utilizado como técnica de construção em edifíciosresidenciais, públicos, em pontes, torres, igrejas, entre outros.
No Brasil, a maioria das obras é construída com concreto armado, porém a técnica construtiva em alvenaria estrutural vem se destacando pelas várias vantagens que oferece. Este processo construtivo passou a ser debatido no Brasil a partir dos anos 70 junto com o desenvolvimento das indústrias de blocos de concreto. Dezenas deprédios foram construídos nesta época, principalmente no estado de São Paulo, atingindo até 16 andares.
Atualmente a construção civil e a economia brasileira atravessam um período de crescimento e diversos segmentos industriais buscam otimizar suas produções diminuindo custos, dando ênfase à qualidade e lançando no mercado novos produtos. Em função deste fato e do elevado déficit habitacionalque continua sendo na ordem de milhões de moradias, a alvenaria estrutural, de blocos de concreto e cerâmico, torna-se uma técnica construtiva com elevado potencial de aplicação, podendo ser empregada para construção de moradias destinadas à população de baixa renda, em habitações térreas e prédios de 4 ou mais pavimentos.
O sistema construtivo não exige grande investimento e permite aracionalização das construções, garantindo, além da redução do custo total da obra e do prazo de execução, algumas vantagens em relação ao método convencional de construção em concreto armado, tais como: eliminação de formas e pilares, possibilidade de etapas simultâneas de execução, facilidade na execução das instalações hidráulicas e elétricas, menor diversificação da obra e da mão-de-obra,limpeza do canteiro, entre outras.

Dimensionamento das lajes




1 Laje 1



Para o cálculo da laje 1 necessitou-se determinar os seguintes parâmetros:


• Vão efetivo: 5,30m;
• Ação variável: q=150 kg/m²;
• Sobrecarga: 150 + 38 (revestimento interno) + 63 (contrapiso) + 10 (piso cerâmico) = 261 kg/m²;
• Apoio: simples;• LT16 (12,0 + 4,0) => adicional de 3∅10,0mm, com EPS H12/37, treliça TR12645 e peso próprio = 158 kg/m² (obs.: esses dados serão utilizados para as demais lajes que constituem o edifício);
• Nervuras transversais: 2NT com 2∅8,0mm, largura da nervura = 10cm;
• Armadura de distribuição: 1∅5,0mm c/ 30 cm;
• Carga das paredes p/ m² = 120 kg/m²;
• Cargatotal = 158 + 261 + 120 = 540 kg/m²;
• Reações:
[pic]



2 Laje 2



Para o cálculo da laje 2 necessitou-se determinar os seguintes parâmetros:


• Vão efetivo: 3,60m;
• Ação variável: q=150 kg/m²;
• Sobrecarga: 150 + 38 (revestimento interno) + 63 (contrapiso) + 10 (piso cerâmico) = 261 kg/m²;
• Adicional de...
tracking img