Alterações fisiológicas do sistema gastrointestinal na terceira idade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 7 (1658 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 1 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Alterações Fisiologicas do Sistema Gastrointestinal do Idoso

Introdução
Durante o processo de envelhecimento ocorrem alterações estruturais nos diferentes órgãos, tecidos e células do organismo, levando a uma redução da capacidade funcional do individuo.
O aparelho digestório é bastante afetado no processo de envelhecimento, ocorrendo alterações estruturais, de mobilidade e da funçãosecretora. Tais alterações normalmente trazem conseqüências pouco perceptíveis, porém importantes em seu conjunto, especialmente para a compreensão e manuseio de sintomas e para a previsão de alterações farmacocinéticas de variadas medicações.
O envelhecimento do aparelho digestório afeta as estruturas da cavidade oral, esôfago, estômago, pâncreas, fígado, intestino delgado, intestino grosso, reto eânus.

Cavidade Oral
Na cavidade oral é observada uma atrofia tênue na mucosa que se torna lisa e ressecada, menos elástica e mais susceptível a lesões. Na língua ocorre uma redução das papilas filiformes com conseqüente redução do paladar, levando a redução do apetite e contribuindo para perda de peso e desnutrição. As glândulas salivares (parótidas, submandibulares, sublinguais e salivaresmenores) têm uma perda gradual de elementos acinares, aumento relativo dos elementos ductais, aumento de infiltrado inflamatório e de tecido fibro gorduroso. Há uma redução da secreção de saliva, com redução da mucina salivar que é responsável pela proteção e lubrificação da mucosa bucal, bem como da ptialina, responsável pela digestão inicial dos polissacarídeos.
São observadas alteraçõesdentárias, como desgaste e redução da capacidade reparadora das estruturas dentárias, ocorrendo também à perda dos dentes que esta associada a doenças periodônticas e a fragilidade do osso alveolar na cavidade oral. À medida que a massa corporal magra diminui, pode ocorrer perda do tecido da gengiva, devido às doenças e a atrofia da mesma, o tecido torna-se mais delgado, menos queratinizado, com menorfluxo sanguíneo e linfático. Essas alterações somadas à perda de massa dos músculos mastigatórios, ao menor fluxo salivar, a redução do paladar e olfato, podem comprometer a mastigação, deglutição e nutrição dos idosos.
Esôfago
O esôfago é um órgão composto por musculatura estriada em seu terço proximal e lisa em seus dois terço distais. Uma complexa inervação intrínseca e extrínseca, além devias neurais e núcleos do sistema nervoso central, controlam sua motilidade, que se compõe de contrações peristálticas que promovem seu esvaziamento. Além do centro de controle de deglutição no córtex, há também um centro na medula e um controle periférico localizado na musculatura lisa do esôfago.
Com o envelhecimento, a musculatura lisa pouco se altera, porém, há uma importante e progressivaredução de sua inervação intrínseca. Essa alteração é a maior responsável pelas modificações da motilidade observadas no idoso. O conjunto de alterações observadas foi denominado presbiesôfago e inclui: aumento da freqüência de contrações terciárias, a presença de peristalse e distúrbios funcionais do esfíncter esofágico superior e inferior. O presbiesôfago é a principal causa da disfagia esofágica ecaracteriza-se por menor amplitude de contrações peristálticas síncronas que conduzem o alimento e pela presença de contrações assíncronas que dificultam a progressão.
O presbiesôfago e os episódios de refluxo gastroesofágico com duração mais prolongada tornam o deglutir do idoso dificultado, com atraso no seu esvaziamento, aumentando o risco de aspirações. Essas observações têm implicações clínicasimportantes, como a necessidade de administrar medicamentos por via oral acompanhados de razoável quantidade de líquidos, na posição ortostática. Ulcerações esofágicas podem ocorrer com o uso de certos medicamentos, como o cloreto de potássio, por retardo do esvaziamento gástrico.
Outras observações de alterações do envelhecimento esofágico são: maior prevalência de hérnia do hiato por...
tracking img