Altas habilidades

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4559 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA PARA ALTAS HABILIDADES – SUPERDOTADOS (ABAHSD)







CURSO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL: ALTAS HABILIDADES/ SUPERDOTAÇÃO NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA.













VITÓRIA
2012
INTRODUÇÃO

O presente portfólio contém relatórios do curso de Educação Especial: Altas Habilidades/Superdotação no contexto da Educação Inclusiva. É um curso de capacitaçãocontinuada nessa área, que teve como objetivo fomentar o interesse pelo estudo no campo das Altas Habilidades/Superdotação. Administrado em oito encontros quinzenais de oito horas, na modalidade de semipresencial, perfazendo um total de 200 horas. As aulas presenciais foram orientadas pelos professores, onde foram abordados os seguintes temas: Aspectos legais da Educação Especial, RetrospectivaHistórica da Educação Especial para Altas Habilidades/Superdotação – AH/SD, Inteligência abordagens e tendências, Altas Habilidades/Superdotação: conceitos e terminologias, Síndrome de Aspergir e as AH/SD, Instrumentos de observação, identificação e avaliação das AH/SD, Criatividade na Prática pedagógica, Modalidades de atendimento e práticas Pedagógicas para o desenvolvimento das AH/SD, Família eEscola no desenvolvimento do aluno com AH/SD.













RELATÓRIO 01

No dia 28 de abril de 2012, iniciamos o curso de Educação Especial: Altas Habilidades/superdotação no contexto de educação inclusiva, na escola Paes Barreto, onde foi apresentada a mitologia do curso pela presidente da associação alta habilidades /superdotação a senhora Erondina Miguel Vieira.
No períodomatutino de 08h00min horas às 12h00min horas, foi apresentada de forma expositiva o plano de ação que será realizada durante as aulas. Ressaltou sobre a necessidade de termos um olhar sensível para percebermos estes alunos na escola e desenvolver suas habilidades nas diferentes formas do conhecimento. A presidente da ABAHSD, Erondina Miguel Vieira começou o curso dissertando sobre os objetivos e assuntosque serão abordados no decorrer do curso. Com uma breve apresentação, todos os alunos se conheceram de forma agradável.
Tivemos informações de vários países que ao longo dos anos também investiram nesses alunos e que se tornaram grandes potenciais.
Antigamente vistos como anjos, que recebem dos céus poderes especiais. Muitos considerados loucos e, chegaram a serem queimados. Ao longo do tempo,perceberam pessoas com potencial superior como o chinês Confúcio (primeiro filósofo a defender a necessidade de identificar crianças com habilidades superiores e encaminha-las a Corte, para desenvolver mais seus talentos). Na Grécia, Platão chamou a criança de (crianças de ouro), deveria trabalhar nessas crianças a capacidade de liderança.
No século passado, nos EUA, surgiram as primeiras escolasvoltadas para crianças com altas habilidades.
Na Austrália na década de 80, foi criada a Associação Australiana para a educação do superdotado e talentoso, com atividades para os pais e educadores.
A partir dos anos 70, o governo chinês lançou o plano nacional para modernizar o país na agricultura, defesa nacional, ciência, tecnologia e indústria. Viu-se o ponto positivo que pessoas com altashabilidades trariam para o país. Depois de ganhar o prêmio Nobel, Tang Dão Leo convenceu o governo a investir no talento científico desde cedo (crianças).
Em 1996, a secretaria de educação especial do ministério de educação realizou um congresso internacional, onde foram lançadas as diretrizes para atendimento aos alunos superdotados.
Em 1991, foi criada a ABAHSD, Associação Brasileira para AltasHabilidades – Superdotadas (ABAHSD), sem fins lucrativos tendo como lema “Talento não se desperdiça estimula-se”.
Em 1994, surgiu o projeto de atendimento ao aluno talentoso (PAAT) atende alunos com indicativos de altas habilidades provenientes da educação básica das redes públicas e privada da região de Vitória.
Em 2000, criou-se o Programa de Desenvolvimento da Criatividade (PDC) atende...
tracking img