Algumas pessoas tem medo de dentista

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1861 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CENTRO DE FORMAÇÃO DE PESSOAL PARA OS SERVIÇOS DE SAÚDE ´´DR. MANOEL DA COSTA SOUZA´´CEFOPE´ ´CURSO TÉCNICO EM SAÚDE BUCAL

PORQUE ALGUMAS PESSOAS TÊM MEDO DE IR AO DENTISTA
UMA ANÁLISE COM CRIANÇAS NA FAIXA ETÁRIA DE 7 A 13 ANOS, ESTUDANTES DE ESCOLAS PÚBLICAS E PRIVADAS DO MUNICIPIO DE CEARÁ-MIRIM/RN

ACLECIANE SOUZA DA SILVA
LUZANE GONÇALVES DA SILVA

CEARÁ- MIRIM- RN
2012ACLECIANE SOUZA DA SILVA
LUZANE GONÇALVES DA SILVA

PORQUE ALGUMAS PESSOAS TÊM MEDO DE IR AO DENTISTA
UMA ANÁLISE COM CRIANÇAS NA FAIXA ETÁRIA DE 7 A 13 ANOS, ESTUDANTES DE ESCOLAS PÚBLICAS E PRIVADAS DO MUNICIPIO DE CEARÁ-MIRIM/RN

Trabalho de conclusão de curso apresentado ao Centro de Formação de Pessoal nos Serviços de Saúde – CEFOP, como requisito parcial à obtenção do títulode Técnico em Saúde Bucal.

Orientadores:

CEARÁ- MIRIM- RN
2012

DEDICATÓRIA

Dedicamos o nosso trabalho aos nossos pais que nos deram muito apoio nos momentos mais difíceis de nossas vidas, aos nossos orientadores pela paciência no decorrer do curso, pois eles nos ensinaram que por mais que achamos que o nosso conhecimento já estar bem profundo, estamos enganados, pois oconhecimento é algo que estar sempre se renovando. Obrigado por tudo!

AGRADECIMENTOS

A DEUS por ter nos dado forças e iluminado nossos caminhos para que pudéssemos concluir mais uma etapa em nossa vidas.
Aos nossos pais por todo amor e dedicação que tiveram conosco.
Aos nossos verdadeiros amigos de uma vida e amigos que fizemos durante o decorrer do curso.
A todos os nossosprofessores e orientadores do trabalho.
Por fim, gostaria de agradecer aos meus amigos e familiares, pelo carinho e pela compreensão nos momentos do que a dedicação aos estudos foi exclusiva, a todos que contribuíram direta ou indiretamente para que esse trabalho fosse realizado meu eterno AGRADECIMENTO.

RESUMO

Tivemos como objetivo avaliar o medo, ansiedade e controle relacionado aotratamento odontológico. Nosso público alvo foram 300 crianças, onde 150 foram do sexo masculino e 150 do sexo feminino, numa faixa etária de 7 a 13 anos, de duas escolas, uma pública e a outra particular, todas da cidade. Elaboramos 20 questões, e aplicamos a todas as crianças entrevistadas. Através desse questionário, obtivemos resultados conclusivos que o medo e a ansiedade, forammais altos no sexo masculino do que no feminino, e que as crianças mais velhas são mais temerosas que as mais novas. Dentre os fatores etiológicos mais marcantes estão à dor, o desconhecido, experiências anteriores negativas, comentários negativos feito por outras pessoas e a ansiedade dos pais frente ao tratamento. A presença do medo e da ansiedade no tratamento dentário é um fato real, oqual pode ser prevenido, através de preparação dos próprios pais e por técnicas que investiguem as causas e busquem minimizar esses sentimentos.

Palavras chaves: Medo. Dor. Experiências anteriores negativas.

SÚMARIO

7
INTRODUÇÃO

O presentetrabalho tem por objetivo investigar o medo, ansiedade e outros fatores que levam crianças de 7 a 13 anos a temer a ida ao dentista, tentando assim descobrir e minimizar os problemas.
A partir de um questionário com 20 questões, elaborado por nós, chegamos a algumas conclusões.
Pode-se conceituar´´medo´´como um estado de estressante expectativa diante de uma ameaça concreta.(quando opaciente sente ansiedade e medo do instrumental ou lembram episódios passados por outras pessoas que lhe transmitam temor.
A ansiedade pode ser definida como um estado psíquico durante o qual predominam os sentimentos ameaçadores reais e imaginários.

8...
tracking img