Alfred marshall

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2507 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ALFRED MARSHALL – A TEORIA DO VALOR
Os três teoremas da Teoria do Valor

GONÇALO RIBEIRO Nº: 9901023

RESUMO: Alfred Marshall, o grande arquitecto da Economia moderna revolucionou a teoria económica dando resposta á pergunta: “O que dá valor ás coisas?”. O valor não está nas coisas, mas sim na utilidade que cada pessoa tira delas. Marshall definiu três teoremas na sua Teoria do Valor que são abase teórica para uma sociedade saber o que produzir, como e para quem produzir. Desenvolveu ainda o instrumento mais utilizado na Economia, ainda nos dias de hoje, a «Cruz Marshalliana»; a ideia deste diagrama é a de que um mercado funciona pela interacção de dois lados - os compradores e os vendedores.

INSTITUT0 POLITÉCNICO DE COIMBRA
INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE COIMBRA

DEPARTAMENTO DEENGENHARIA CIVIL JUNHO DE 2007

ÍNDICE
1. Introdução………………………………………………………………………..............3 2. Teoria do valor…………………………………………………………………………...4 2.1. O problema económico: escassez e escolha…………………………………...4 2.2. Três problemas básicos: O quê? Como? Para quem?.........................................4 2.3. Possibilidades de produção…………………………………………………….5 2.4. Lei da procura e da oferta……………………………………………………..6 3. Teoremas da escolha da teoria do valor ………………………………………………….8 3.1. Primeiro teorema da teoria do valor……………………………………………8 3.2. Primeiro teorema da teoria do valor……………………………………………8 3.3. Primeiro teorema da teoria do valor……………………………………………9 4. Bibliografia……………………………………………………………………………...10

2

1. INTRODUÇÃO

Alfred Marshall nasceu na Inglaterra. Estudou matemática e economia em Cambridge.Marshall foi bastante crítico com seus próprios escritos. De facto, muitas das suas ideias foram elaboradas bem antes de aparecer a primeira edição de “Princípios da Economia”, em 1890. Foi o fundador da Economia Moderna, exposta mediante representações gráficas. Apesar de ter bons conhecimentos de Matemática, mostrou-se séptico na utilização da Matemática para a análise da Economia. Foi capaz derealizar uma grande síntese, procurando combinar o melhor da Economia Clássica com o pensamento marginalista.

Figura 1: Alfred Marshall (1842-1924)

Para Marshall a análise do funcionamento do sistema de mercado, para a determinação dos preços, começava com o estudo do comportamento dos produtores e dos consumidores, pois esta era a chave para analisar a determinação dos preços de mercado, então, oconceito demanda, com uma tabela que relaciona preços-qualidade era muito importante para a sua análise. A demanda em si explicava a formação dos preços, mas também era importante as condições que os produtores estariam dispostos a vender os seus bens e serviços.

2. TEORIA DO VALOR
Para Marshall a base fundamental da Teoria do Valor é o facto de nada ter valor próprio, ou seja, as coisas não têmvalor, os indivíduos é que dão valor ás coisas mediante as suas próprias necessidades e a sua quantidade, pois quanto maior for a quantidade menor será o valor das coisas e quanto menor for a quantidade maior será o valor das coisas, ou seja, o valor de algo é a utilidade (o interesse que cada coisa tem para as pessoas) que um indivíduo retira de uma determinada alternativa, de uma determinadadecisão, tendo em conta sempre a dualidade fundamental do valor que é a dualidade “benefícios-custos”.

3

Esta dualidade é muito importante para a Economia pois uma decisão não tem só benefícios nem só custos, por isso ficou popularizada, entre os economistas, pela famosa expressão “Não há almoços grátis”, porque tudo tem o seu custo, por mais pequeno que ele seja, ele existe.

2.1. O problemaeconómico: escassez e escolha
A Economia é, fundamentalmente, um estudo dos meios através dos quais os homens asseguram o seu bem-estar material. São os desejos das pessoas, e não as suas necessidades, que constituem o móbil da actividade económica. As pessoas não querem apenas garantir a suas necessidades, os nossos desejos parecem ser ilimitados no entanto a oferta dos recursos...
tracking img