Alexandria

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3209 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Aspectos Geográficos.

Localização.
É uma cidade do Egito com uma população de cerca de 4,1 milhões de pessoas. Sendo segunda maior cidade do Egito, e o maior porto do país, servindo 80% das exportações e importações da cidade. Além disso, é um grande ponto turístico. Alexandria se estende por 32 quilômetros na costa mediterrânica do centro norte do Egito.

Importância.

É o local ondefica a famosa Biblioteca de Alexandria, e é um importante centro industrial por causa do gás natural da cidade e dos poços de petróleo em Suez, uma outra cidade egípcia. Alexandria também foi um grande ponto de encontro com a Europa, a África e a Ásia, porque a cidade beneficiou da ligação entre o Mar Mediterrâneo e o Mar Vermelho. Nos temposantigos, Alexandria foi uma das cidades mais importantes do mundo. Foi fundada em torno de um pequeno “vilarejo” em 331 A.C por Alexandre o grande. Permaneceu como capital do Egito durante mil anos, até a conquista muçulmana do Egito, quando a capital passou a ser Futsat (que foi depois incorporada no Cairo). A arqueologia marinha em Alexandria estavaem curso no porto da cidade em 1994, e tem revelado detalhes de Alexandria entes da chegada de Alexandre, quando aí existia uma cidade chamada Rhakotis, no Período Ptolomaico.

Aspectos Históricos .

Importância.
Alexandria tornou-se o grande pólo da cultura helenística. Todo manuscrito que entrava nopais, trazido por mercadores e filósofos de toda parte do mundo, era classificado em documentos. Além de ser a primeira universidade, tendo formado grandes cientistas como os gregos Euclides e Arquimedes. Havia na biblioteca cerca de 500 a 700 mil documentos. A cidade também foi a principal base marítima do mediterrâneo, pois abrigava grandes embarcações, e permitia que a cidade exportasse suaprodução para todo o pais. Na cidade Também havia o Farol de Alexandria que é uma das sete maravilhas do mundo antigo. Foi construído para servir de referencia para os navegantes, na Ilha de Faros. Para servir de entrada no porto e informar os navegantes da proximidade de terras, Ptolomeu mandou construir o Farol de Alexandria. Esnte tinha lugar na ilha de Faros e, por causa do nome da ilha, todasas construções até hoje, com o mesmo objetivo, são chamadas de farol. O encarregado da construção, em 280 a.C., foi o arquiteto grego Sostrato de Cnido

Domínio.
Julio César tomou a cidade em 46 a.C., para por fim à guerra dinástica entre Cleópatra e seu irmão e co-regente Ptolomeu XIII, e durante a batalha no mar ocorreu um incêndio que Alexandria, no qual arderam alguns sítios de armazenamentode livros no porto, mas não a Grande Biblioteca. Depois de assegurar que Cleópatra estava no trono egípcio e casada com o seu irmão mais novo, Ptolomeu XIV, Julio César regressou a Roma. Durante a guerra que surgiu depois da morte de César, Marco António viajou para o Egito para convencer a rainha- faraó a apoiá-lo. A entrada do Egito na guerra implicou a tomada da cidade em 30 a.C. porAugusto, que converteu o Egito em propriedade particular sua, acabando assim com a independência do pais. Os romanos convertem o país no celeiro do Imperitom o que aumentou a importância da cidade, em cujos armazéns deveria ser depositada toda a colheira: todos os anos devia enviar-se para Roma uma quantidade de trigo que era equivalente a terça parte do seu abastecimento, quantidade e preço que era fixona bolsa de Alexandria pela annona egípcia. Para manter isolado o país, proibiu-se o uso da moeda romana, que devia ser trocada pela moeda local de Alexandria. Todas estas disposições converteram a cidade numa prospera metrópole com várias centenas de milhares de habitantes, centro cosmopolita e centro financeiro da zona.
Cultura
Os habitantes desta magnífica cidade eram na sua maioria...
tracking img