Album de oficina de textos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 30 (7269 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
INSTITUTO EDUCACIONAL O BOM PASTOR – IEBP.
ISABELLA CRISTINA FERREIRA DA SILVA
ALBUM DE OFICINA DE TEXTO SANTA TEREZINHA DO TOCANTINS – TO1- Fábulas.

1.1 - O que são FÁBULAS?

As fábulas são pequenas histórias que transmitem uma lição de moral. As personagens das fábulas são geralmente animais, que representam tipos humanos, como o egoísta, o ingênuo, o espertalhão, o vaidoso, o mentiroso, etc. A fábula é uma das mais antigasformas de narrativa. Muitos escritores dedicaram-se às fábulas, mas três ficaram mundialmente famosos: o grego Esopo (século VI a.C.), o latino Fedro (15 a.C. - 50 d.C.) e o francês Jean de La Fontaine (1621 - 1695).

No Brasil, Monteiro Lobato (século XX) foi quem as recriou. Millôr Fernandes é um escritor carioca que recriou as antigas fábulas de Esopo e La Fontaine, de forma satírica eengraçada. A fábula se divide em duas partes:
• 1ª parte - a história (o que aconteceu)
• 2ª parte - a moral (o significado da história)

A origem da fábula perde-se na antiguidade mais remota. Os gregos citavam Esopo como fundador da fábula. Os seus textos: A Raposa e as Uvas, A Tartaruga e a Lebre, O Vento Norte e o Sol, O Menino que criava Lobo, O Lobo e o Cordeiro são bem conhecidas pelo mundo.Podem-se citar algumas fábulas imortalizadas por La Fontaine: "O lobo e o cordeiro", "A raposa e o esquilo", "A corte do leão", "O leão, o lobo e a raposa", "A cigarra e a formiga", .

O brasileiro Monteiro Lobato dedica um volume de sua produção literária para crianças às fábulas, muitas delas adaptadas de Fontaine. Dessa coletânea, destacam-se os seguintes textos: "A cigarra e a formiga","A coruja e a águia", "O lobo e o cordeiro", "A galinha dos ovos de ouro" e "A raposa e as uvas".

1.2- PARA QUE SERVEM AS FÁBULAS?

Como ritos de passagem nas etapas de desenvolvimento e cognição (busca do conhecimento e amadurecimento) as fábulas auxiliam a criança a lidar com o presente, preparando-a para enfrentar a vida, a sair para a fase adulta, a entrarno mundo real. Por exemplo, futura separação da família (a criança terá que um dia sair do lar paterno), desagregação e desavenças familiares (desentendimentos com os pais, separação e divórcio). As fábulas são, enfim, uma ponte supranacional, ou seja, são historinhas provenientes de vários povos e culturas, transpostas do mundo animal para o humano, fazendo com que as crianças de todo o mundovençam eventuais barreiras geográficas ou linguísticas.

Nos contos de fadas os dilemas existenciais da criança em formação (medos, fobias, fantasias, ingenuidade) são personificados por animais. Só escutando repetidamente um conto de fadas a criança amadurecerá ao inserir-se nele introjetando-se no mudo fantasioso; a repetição e audição fixa-lhe na memória o admonitório (conselho, advertência)..
Fábulas retratam e espelham a essência humana, suas emoções e sentimentos, daí os seus derivados: algo fabuloso, fortuna fabulosa...
Eis a definição, segundo alguns fabulistas:
“Fábula é um discurso mentiroso que retrata uma verdade.” - Theon (século I d.C.)
“A fábula tem dupla finalidade: entreter e aconselhar”. - Fedro (século I d.C.)
“A fábula é uma pequena narrativa que,sob o véu da ficção, guarda uma moralidade”. - La Fontaine(século XVII) –

É chamada de Apólogo a fábula em que há objetos ou seres inanimados como personagens (por exemplo: a agulha de tricô e o novelo de lã; o corpo e os membros).
Apesar de ser uma fábula com sátira de cunho jocoso-político, é interessante pelo enredo.
Alguns exemplos de simbologia nas fábulas,...
tracking img