Alberto torres

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1181 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Alberto Torres

O Brasil “importou” determinados padrões de comportamento jurídico, social, político; criou o proletariado “estranho” à origem nacional.
p.39 O Brasil não tem história. A história vai começar quando se construir os valores solidários nacionais. Para ele, o elemento de costura é a língua.
Quem vai construir a unidade nacional no Brasil é Portugal, porque Portugal vai colocarno Brasil uma língua só, de norte a sul.
A população que morava no Brasil era diferente da que morava no México. Isso porque tínhamos no Brasil um povo que habitava no estado aproximadamente do paleolítico superior, enquanto no México tínhamos um povo de alto grau de sociabilidade que eram os Astecas, com toda a sua estrutura montada.
Quando os Portugueses chegaram ao Brasil, eles não sódominaram como não encontraram quase resistência alguma, pis os povos que aqui habitavam não tinham nem estrutura social para isso. Ao contrário dos Astecas e dos Incas que isso fizeram, a ponto de deixarem marcas astecas na sociedade Mexicana e Marcas incas na Colômbia, por exemplo.
Nesses dois casos, se tinha uma população com uma sofisticação cultural, uma classe dominante, e acima de tudo, umaidéia de nação no sentido antropológico.
No Brasil praticamente a única tentativa de resistência foi a da Confederação dos Tamoios, em Peruíbe.
A unidade nacional brasileira foi construída pelo colonialismo português.
Alberto Torres se engana profundamente ao não perceber isso, ao dizer que o Brasil não tem história, que não tem a unidade cultural. Ao contrário, ele tem a unidade culturalsim, e essa unidade cultural foi herdada do colonialismo português.
Para Torres, a construção passa por um estado forte integrado com a sociedade. Ou seja, uma sociedade perfeitamente homogeneizada com o Estado, e essa homogeneização vai permitir a construção de uma unidade moral. Ou seja, é essa unidade moral que vai construir o caráter nacional.
Como se tem uma sociedade muito formada de cimapara baixo, se tem um estado muito distante da sociedade, e, por isso, esse Estado se torna obsoleto. Torres acha que o estado deve ser o produto da vontade coletiva.
O Brasil é uma colônia de doze estados latifundiários; portanto, o conjunto do Brasil é escravo.
O Brasil é uma extensão de Portugal nos trópicos, no entanto, não se tem a noção de país.
Torres percebe que o federalismo noBrasil...
IV
Critica a velha constituição
Não houve nos Estados Unidos uma adaptação da língua aborígene, ao contrário, houve uma quebra estrutural da velha ordem, uma implantação de uma forma liberal, revolucionária francesa, com base em Rousseau, Hobbes, Montesquie, e os meandros legais foram definidos nas constituições estaduais e nas organizações jurídicas do Estado.
Isso é uma inverdade,pois Alberto Torres não leva em consta a revolução burguesa que lá ocorreu e pôs abaixo a estrutura colonial.
No que se refere ao Brasil, o império utilizou uma lei muito parecida com a lei colonial mas foi ... também por um liberalismo premiava Portugal.
O Poder Moderador é aquele em que o imperador podia se sobrepor à Constituição. Se tem aí não só uma Constituição baseada na ConstituiçãoFrancesa, mas também uma Constituição muito baseada no poder de Napoleão. Se tem aí, uma Constituição extremamente federativa.
As pessoas não sabem o que é ser cidadão.
A idéia de nação foi concebida de uma maneira, onde não se tem a participação do povo.
Quando o povo constrói o seu próprio projeto de nação, ele tem um certo direcionamento. O projeto de nação do Brasil é um projeto da classedominante, não é do povo. Foi um projeto criado o tempo todo de cima para baixo, e, ainda hoje, de certa maneira, se começa no Brasil, a construção da idéia de nacionalidade, que vem sendo feita com muita dificuldade.
Todos os países que passaram pela escravidão, e que não resolveram o problema da escravidão com a revolução burguesa, tem o mesmo tipo de problema.
Funcionário Público - Cabide...
tracking img